“A gente precisa urgentemente humanizar a Saúde”, diz novo secretário de Osasco

1
A primeira dama, Aline Lins, o secretário de Saúde, João de Deus Santos Jr., e o prefeito Rogério Lins / Foto: Sergio Gobatti

Leandro Conceição

publicidade

O médico cardiologista João de Deus Santos Júnior foi apresentado na manhã desta quarta-feira (14) como novo secretário de Saúde de Osasco. Ele assume no lugar de José Carlos Vido, que passa a ser chefe de Gabinete do prefeito Rogério Lins (Podemos).

João de Deus é ex-secretário de Saúde de Vargem Grande Paulista, tem MBA em gestão em saúde, e diz que um dos principais desafios da área é a humanização do atendimento. “A gente precisa urgentemente humanizar a Saúde. Cada paciente merece o carinho e o respeito dos nossos funcionários”.

publicidade

Na cidade onde era secretário, que tem cerca de 50 mil habitantes, o cardiologista comandava um orçamento em torno de R$ 44,7 milhões para este ano; já na pasta da Saúde de Osasco, município com cerca de 700 mil moradores, devem ser aplicados cerca de R$ 680 milhões no ano vem. João de Deus minimiza as diferenças entre as cidades.

“Vargem Grande Paulista foi uma grande escola para mim. Independente do tamanho do município, os desafios são os mesmos, com as proporções maiores. Quando a gente tem caráter, vontade de trabalhar e não tem preguiça, não importa o tamanho do município. Você vai lá e vai fazer sua parte”, analisou.

publicidade

100% à disposição do município”

“Com relação à adaptação, não sei se é uma semana, um mês, vai depender de tudo que vai acontecer. A gente vai conversar com as lideranças dentro da secretaria, eu preciso tomar pé do que está acontecendo, vou conversar muito com o [ex-secretário de Saúde, José Carlos] Vido nos próximos dias. Espero que seja uma coisa rápida para começar a agir e apresentar resultados”, afirmou o novo secretário de Saúde de Osasco.

“Independente do tamanho do município, os desafios são os mesmos, com as proporções maiores”, diz novo secretário de Saúde de Osasco, que comandava a mesma pasta em Vargem Grande Paulista / Foto: Sergio Gobatti

“Se precisar ficar até meia-noite estudando, gerenciando, pode ter certeza que eu vou ficar. Estou 100% à disposição do município” continuou.

—–
Leia também:
Prefeito e novo secretário de Saúde de Osasco se pronunciam sobre acusações de vereador
—–

O prefeito osasquense, Rogério Lins (Podemos), destacou o aumento dos investimentos em Saúde nos próximos anos e realizações na área, como as reformas de diversas unidades de Saúde e do Pronto Socorro Infantil do Hospital Antonio Giglio e a entrega de novas ambulâncias, entre outras.

“Apesar das dificuldades orçamentárias, a gente aumentou em 20% o orçamento da Saúde”, destacou, lembrando que os recursos destinados à área pelo município devem chegar à casa dos R$ 680 milhões em 2019.

Rogério Lins afirma que novas mudanças no secretariado podem ocorrer em breve. “Fazer alterações estratégicas oxigenam o todo”.

Prefeito vem de Vargem Grande prestigiar seu ex-secretário

O prefeito Josué Ramos (PR) veio de Vargem Grande prestigiar a posse de seu ex-secretário em Osasco. Em discurso, destacou realizações de João de Deus em sua administração, como a implantação do ponto por biometria para forçar os médicos a cumprirem a jornada completa.

Josué Ramos disse que João de Deus chegou a ser ameaçado por peitar médicos que descumpriam a jornada. “Tive de colocar a Guarda Municipal para que ele pudesse implantar as medidas duras e necessárias”.

O prefeito de Vargem Grande citou pesquisas internas que apontam que, com João de Deus como secretário, o município reduziu de 48% para 21% a rejeição na Saúde. “Você está em dívida comigo, porque tomou o secretário”, brincou, se dirigindo ao prefeito de Osasco, Rogério Lins.

A esposa de João de Deus, Larissa Magalhães Santos, foi escolhida para comandar a Saúde em Vargem Grande Paulista no lugar dele.

Comentários

1 COMENTÁRIO

  1. Espero que realmente melhore.
    Atualmente, muita demora na marcação de consultas, mesmo com clínico geral (de 2 a 3 meses).
    Exames laboratoriais são agendados em tempo hábil, porém o resultado….. No meu caso, realizei em julho/2018 e em outubro não foi possível saber os resultados.
    Os exames de imagem levaram mais de tres meses para serem AGENDADOS.
    Reclamação na Ouvidoria da PMO sem resposta da Secretaria da Saúde.
    Portanto, só resta desejar boa administração na nova gestão com resultados melhores!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPrefeito e novo secretário de Saúde de Osasco se pronunciam sobre acusações de vereador
Próximo artigoGrupo Afeet abre vagas temporárias em Osasco e na Capital