Acordo por banimento do mercúrio

0

No último dia 19, 140 países chegaram a um acordo global para começar a banir o mercúrio, substância que é prejudicial ao meio ambiente e à saúde.
No encontro, o Brasil defendia proibição a partir de 2025 para o setor industrial e que o garimpo fosse deixado de fora. Pelo acordo, o uso do mercúrio na indústria será banido até 2020, inclusive em baterias, lâmpadas, sabão e produtos cosméticos. O uso em alguns instrumentos de medição será mantido, já que chegou-se à conclusão de que ainda não é possível substituir a substância.

publicidade

Em São Paulo, um projeto de lei que tramita na Assembleia Legislativa visa a proibir a fabricação, comercialização, uso e armazenamento de produtos que contenham mercúrio, como termômetros, por exemplo.
“O mercúrio é um metal inodoro, que evapora de forma imperceptível, mesmo em baixas temperaturas, contaminando o ar que respiramos, aumentando o impacto da transmissão do material tóxico”, explica o deputado estadual Marcos Martins (PT), autor do projeto de lei.

Hoje, o projeto tramita na Assembleia Legislativa em regime de urgência nas Comissões de Constituição Justiça (CCJ), Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, e na Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento.

publicidade

Comentários

publicidade