Compartilhar

A Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania do Governo do Estado de São Paulo, recebeu 1.198 reclamações e 342 pedidos de orientação sobre a Black Friday neste ano. A líder do ranking negativo foi a empresa Adidas, com 284 reclamações. A empresa teve mais de seis mil cancelamentos de compras alegando problemas em seu site.

Problemas

O Procon-SP diz que irá chamar a empresa para pedir solução dos problemas detectados, ou seja, cumprimento da oferta nos casos de: não entrega, ou cancelamento da venda e, ainda, a mudança de preço para maior na finalização da compra.

Clique e confira o ranking completo de reclamações na Black Friday.

Comentários

Faça seu comentário