Aécio desmente boatos e diz que fica

0
O tucano Aécio Neves foi dertotado pela petista Dilma Roussef no pleito / Foto: José Cruz/Agência Brasil

Com Revista Fórum

publicidade

O candidato do PSDB à presidência, Aécio Neves, convocou a imprensa na tarde desta terça-feira, 2, em São Paulo, para desmentir os boatos de que desistiria de sua candidatura e apoiaria Marina Silva (PSB) ainda no primeiro turno.

Aécio definiu Marina Silva como "metamorfose ambulante" / Foto: José Cruz/Agência Brasil
Aécio definiu Marina Silva como “metamorfose ambulante” / Foto: José Cruz/Agência Brasil

Ao lado do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e outras figuras de proa do partido, o tucano afirmou que continua no páreo. “Mudança começará em 1º de janeiro,  por isso precisaremos de uma equipe preparada, experiente”, disse.

publicidade

As especulações começaram após a divulgação do último levantamento do Instituto Datafolha, na sexta-feira, 29, em que Aécio figura com apenas 15% nas intenções de voto – menos do que a metade das suas maiores adversárias, Dilma e Marina, que empatavam com 34%.

Os rumores se reforçaram segunda-feira, 1º,  quando Agripino Maia, coordenador-geral de sua campanha, sinalizou apoio à pessebista em um eventual segundo turno contra a presidenta.

publicidade

O sentimento que nos move e nos mantém unidos — PSDB, DEM e Solidariedade — é garantir a ida de Aécio para o segundo turno. Se não for possível, avalizar a transição para o segundo turno. Ou seja, com uma aliança com Marina Silva, por exemplo. É tudo contra um mal maior, que é o PT”, declarou Maia.

Até a morte de Eduardo Campos (PSB), o neto de Tancredo Neves era o segundo colocado nas pesquisas – chegou a alcançar 21% das intenções de voto. Com a entrada de Marina Silva (PSB), no entanto, o tucano despencou.

Metamorfose ambulante”

No mesmo evento, Aécio Neves também fez críticas à adversária Marina Silva (PSB) e a definiu como “metamorfose ambulante”. Para ele, não é possível saber se “amanhã [Marina] terá o mesmo pensamento de ontem ou de anteontem”.

Comentários