Vilson Aparecido Rosa foi o herói do dia ao impedir suicídio em Barueri

Na tarde desta quinta-feira, dia 11, um agente do Demutran de Barueri conseguiu impedir que um rapaz se jogasse da ponte sobre a rodovia Castelo Branco, no trecho da rua Campos Sales (entre as praças das Bandeiras e Rotary).

publicidade

O agente de trânsito Vilson Aparecido Rosa se dirigia com a viatura do Demutran ao Jardim Califórnia para verificar um automóvel em estado de abandono, quando foi alertado por uma pedestre sobre a tentativa de suicídio.

“Estacionei a viatura e me aproximei com calma. O rapaz aparentava ter uns 25 anos e já tinha ultrapassado o gradil. Ele se apoiava na ponte com o corpo já virado para a rodovia. Aproveitei que ele titubeou em um momento e grudei em sua mochila”, conta Vilson, que tem 45 anos e está há cinco no Demutran.

publicidade

Com o rapaz travado pela mochila, Vilson procurou não fazer nenhum movimento brusco e iniciou a conversação para convencê-lo a ser puxado de volta para a calçada.

“Ele demonstrou estar com medo, dizia que sentia fome e que tinha sido ameaçado de morte, mas procurei manter a calma para não apavorá-lo. Na terceira vez que pedi para que deixasse puxá-lo, ele consentiu.”

publicidade

Na conversa 

Tanto na conversa para acalmar o rapaz como na ação de puxá-lo, Vilson relata que contou com a ajuda de duas moças que passavam pelo local.

“Gostaria inclusive de agradecê-las por este gesto humano. Houve também uma mulher que se identificou como policial federal e foi muito acolhedora naquela situação extrema, fornecendo até um lanche para ele”, ressalta.

Em terra firme, o homem recebeu o pronto-atendimento de equipes da Guarda Municipal e dos Bombeiros, que foram acionadas e rapidamente chegaram ao local, e na sequência foi removido para o Pronto-Socorro Central para receber os cuidados especializados.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui