Passageiros de ônibus em Carapicuíba e região são obrigados a ignorar recomendação de evitar aglomerações em meio à pandemia do coronavírus

1
ônibus cheio coronavírus
São comuns reclamações de aglomerações nos ônibus mesmo em meio à pandemia do coronavírus / Foto: Jose Adeilson

Com a diminuição da demanda devido ao isolamento social imposto pela quarentena para evitar a disseminação do novo coronavírus (covid-19), muitas cidades tiveram redução da frota de ônibus em circulação. Mas nos coletivos que continuam circulando, é comum que uma das recomendações mais importantes contra o coronavírus sejam descumpridas: a de evitar aglomerações, reclamam os usuários que precisam dos ônibus para ir ao trabalho.

Em Carapicuíba, por exemplo, “os ônibus da ETT reduziram a frota e os ônibus estão saindo superlotados do Terminal Km 21”, reclamou o leitor José Adeilson em e-mail enviado à redação do Visão Oeste.

Ele enviou fotos da situação do ônibus que pegou por volta das 18h30 desta quinta, bastante cheio e com diversos passageiros em pé, bem próximos uns dos outros. “É uma falta de respeito para com aqueles que precisam trabalhar em plena situação que se encontra o país. Somos alertados a evitar aglomerações e as empresas de ônibus fazem isso conosco”, protestou.

Publicidade

Comentários