“Ainda tenho esperanças”, diz mãe de morador de Carapicuíba desaparecido há 1 ano

0
desaparecido carapicuíba
Wellison Dias Souza Nobre, de 29 anos, continua desaparecido / Foto: Reprodução

O desaparecimento de Wellison Dias Souza Nobre, de 29 anos, morador do bairro Cidade Ariston, em Carapicuíba, completou um ano no dia 27 de dezembro. O rapaz, mais conhecido como Juninho, sofre com depressão e fazia uso de muitos medicamentos controlados quando desapareceu.

publicidade

Dona Cosmira Dias Souza, mãe de Wellison, conta ao Visão Oeste que não deixou de procurar por ele. “Ainda tenho esperanças, sabe? Meu filho está em algum lugar, alguém deve ter acolhido ele, mas não o reconhece”, disse, nesta terça-feira (4).

“A gente já procurou tanto por ele que, até na cracolândia eu já fui e nada. Penso que ele pode estar internado. Como ele tinha depressão, e uns problemas com esquecimentos, pode ter esquecido o nome e o lugar onde mora”, continuou.

publicidade
wellison desaparecido em carapicuíba (1)
Wellison saiu de casa no dia 27 de dezembro e nunca mais foi visto / Foto: Reprodução

O irmão de dona Cosmira e tio do rapaz, Jair, disse que a família sempre esteve mobilizada nas buscas. “Já entregamos por aí mais de três mil folhetos. As pessoas até falam que o viram, só a gente que não consegue chegar até ele, não entendo. Minha irmã tem um otimismo tão grande, que não consegue deixar de procurar”, lembrou.

A mãe de Wellison fazia o almoço quando ele saiu de casa. Ela sentiu falta do filho quando o procurou para que ele provasse a comida. O morador de Carapicuíba saiu sem levar documentos, celular ou qualquer outro pertence.

publicidade

A família afirma que a aparência de Wellison pode ter mudado bastante e que, agora, ele tenha barba e esteja mais magro do que nas fotos mais recentes. Quem souber de alguma informação que possa levá-los ao paradeiro de Wellison pode entrar em contato pelo telefone (11) 97337-8939, ou ligar para a Polícia Militar, no 190, ou Disque Denúncia, no 181.

Comentários