Alckmin nega que vá deixar o governo em janeiro para preparar candidatura à presidência

0
Foto: Serginho Gobatti

A Secretaria de Estado da Casa Civil emitiu nota no sábado, 2, para negar que o governador Geraldo Alckmin (PSDB) planeja deixar o cargo em janeiro para lançar candidatura à presidência da República.

A nota, no entanto, reafirma a pretensão de Alckmin em ser candidato no pleito. Ele é um dos nomes mais cotados entre os tucanos para concorrer à presidência. O prefeito de São Paulo, João Doria, pupilo do governador, também é cotado.

“A legislação eleitoral estabelece que candidatos devem se afastar dos cargos que exercem seis meses antes do pleito. O  governador cumprirá o mandato até a data limite apontada pela lei”.

Publicidade

Leia a íntegra da nota:

“É falsa a ‘notícia’ de que o governador Geraldo Alckmin planeja deixar o cargo em janeiro de 2018 para lançar candidatura à presidência da República, e infeliz a atitude dos que a disseminam. Geraldo Alckmin jamais deu declaração nesse sentido e nega com veemência que essa seja uma possibilidade.

A legislação eleitoral estabelece que candidatos devem se afastar dos cargos que exercem seis meses antes do pleito. O  governador cumprirá com dedicação e entusiasmo o mandato que recebeu da população de São Paulo até a data limite apontada pela lei”.

Samuel Moreira, secretário de Estado da Casa Civil 

Comentários