Alunos da Escola de Artes pedem melhorias em curso

9
Direção da escola afirma que a meta são cursos profissionalizantes / Foto: Eduardo Metroviche

Direção da escola afirma que a meta são cursos profissionalizantes / Foto: Eduardo Metroviche
Direção da escola afirma que a meta são cursos profissionalizantes / Foto: Eduardo Metroviche

publicidade

Carol Nogueira

Estudantes da Escola de Artes César Antônio Salvi, no Centro de Osasco, estão descontentes com o curso de teatro da instituição. Sob a tutela da Secretaria de Cultura de Osasco, a escola atende aproximadamente 1.100 alunos e oferece também cursos de artes visuais, música e dança.

Alunos reclamam de falta de diálogo com a direção da escola 

publicidade

Os cerca de 300 estudantes matriculados na modalidade artes cênicas chegaram a organizar uma assembleia que gerou um manifesto do grupo, entregue ao secretário de Cultura Fábio Yamato. Além disso, há um abaixo-assinado com mais de 500 assinaturas de alunos e grupos de teatro do estado de São Paulo em apoio às reivindicações.

O documento reivindica a continuidade do formato de curso adotado neste ano, que, dizem, seria mais plural e colaborativo, com novas disciplinas e maior carga horária (passando de 4 para 9 horas semanais). Mas, segundo os estudantes, estaria sendo boicotado. Eles sugerem ainda a construção de um Plano Político Pedagógico (PPP), que alcançaria as demais modalidades de curso.

publicidade

Falta de envolvimento
Os alunos se queixam que a direção e coordenação da escola nunca se envolveram no novo molde; não querem dialogar sobre o tema, chegando a boicotar o curso. “No início do ano as informações sobre o curso eram distorcidas, diziam que não tinha inscrição aberta”, reclama a aluna Camila Costa Melo.
Ao todo são sete turmas e as aulas acontecem nos períodos da manhã, tarde e noite, mas o modelo não teve adesão de todos os professores. “O curso da noite termina às 22h, mas por volta das 21h10 os funcionários da secretaria apagam as luzes do teatro e começam a fechar a escola. Os alunos menores de idade ficam trancados do lado de fora esperando os pais chegarem”, relatou Douglas René.

Outro lado
O diretor da Escola, Samuel Batista, rebate as críticas e diz que o novo modelo é um embrião de uma busca antiga da Secretaria da Cultura. A meta da pasta é torná-lo profissionalizante, com uma carga horária de 936 horas.“Existe um esforço para continuação e melhoria do curso”, mas acrescenta que a proposta é ficar “longe da pessoalidade no sentido de não fazer simplesmente a ideia de uma, duas ou três pessoas, fazer dentro das condições”, disse.

Em relação às demais críticas, Batista afirmou que toda reclamação é encaminhada e solucionada.
“Não houve esse episódio quanto às inscrições. O curso é anual e as pessoas que procuram no meio do semestre são encaminhadas para o próximo ano. Quanto aos horários, a escola fecha às 22h, nunca nenhum curso foi interrompido antes do horário. A porta da direção, coordenação e secretaria nunca está fechada. Todo o tempo que estivermos aqui, o acesso é total”, explicou.

O secretário Fábio Yamato afirma que a situação é delicada, pois há um receio dos mais antigos de desestruturar o que já existe. “Alguns grupos demonstram aversão, mas vamos dialogar com alunos, professores e demais funcionários para acertar as diferenças e lutar pelo mesmo objetivo sem prejudicar os alunos”, relatou.

Comentários

9 COMENTÁRIOS

  1. Pois é, para começo de conversa… A escola de artes é muito mal divulgada, quantos moradores da cidade de Osasco passam ali em frente todos os dias sem saber que aquilo é uma Escola de artes?

    E cade o público da periferia? A grande realidade é que os alunos de todas as modalidades ali dentro são da classe média alta, são burgueses, isso a gente tira uma base, pelos uniformes de colégios particulares que os alunos vestem, ou pelo porte dos carros que param lá em frente dos pais levando seus filhos para a aula!

    Enquanto isso, os alunos da periferia fazem aulas em ongs sem nenhuma estrutura… Isso é muito triste, a cultura de Osasco vai de mal a pior, e tudo o que essa panela maldita sabe fazer é pedir desculpas e negar seus problemas! REPUDIO.VERGONHA!

  2. Pois é, para começo de conversa… A escola de artes é muito mal divulgada, quantos moradores da cidade de Osasco passam ali em frente todos os dias sem saber que aquilo é uma Escola de artes?

    E cade o público da periferia? A grande realidade é que os alunos de todas as modalidades ali dentro são da classe média alta, são burgueses, isso a gente tira uma base, pelos uniformes de colégios particulares que os alunos vestem, ou pelo porte dos carros que param lá em frente dos pais levando seus filhos para a aula!

    Enquanto isso, os alunos da periferia fazem aulas em ongs sem nenhuma estrutura… Isso é muito triste, a cultura de Osasco vai de mal a pior, e tudo o que essa panela maldita sabe fazer é pedir desculpas e negar seus problemas! REPUDIO.VERGONHA!

  3. E é por pessoas como esse Samuel Batista, que esse país não vai pra frente! Da até vontade de rir, ao ver como ele tem coragem de mentir na cara dura. Quantas vezes, no meio da aula, fomos interrompidos… Uma vez,pela entrada do camarim, a senhora da secretária fez o favor de atrapalhar a cena da atriz, aparecendo no palco pra dizer que tínhamos que ir embora, isso às 21:45 sendo que nossa aula acaba às 22:00. E me lembro muito bem, no começo do ano fui à secretaria me informar sobre o curso e ouvi a seguinte frase ” Não tem mais curso de teatro aqui na escola” . Se eu não tivesse me informado melhor na outra semana com outros funcionários, não estaria fazendo o curso hoje. A escola de artes de Osasco parece um patrimônio particular, e não público.

  4. E é por pessoas como esse Samuel Batista, que esse país não vai pra frente!
    Da até vontade de rir, ao ver como ele tem coragem de mentir na cara dura. Quantas vezes, no meio da aula, fomos interrompidos… Uma vez,pela entrada do camarim, a senhora da secretária fez o favor de atrapalhar a cena da atriz, aparecendo no palco pra dizer que tínhamos que ir embora, isso às 21:45 sendo que nossa aula acaba às 22:00.
    E me lembro muito bem, no começo do ano fui à secretaria me informar sobre o curso e ouvi a seguinte frase ” Não tem mais curso de teatro aqui na escola” . Se eu não tivesse me informado melhor na outra semana com outros funcionários, não estaria fazendo o curso hoje.
    A escola de artes de Osasco parece um patrimônio particular, e não público.

  5. Muito me agrada ver esta noticia, e ao mesmo tempo fico triste por saber que um lugar onde há pessoas maravilhosas também há pessoas que acabam com o tesão artistico. Fui aluno desta escola com orgulho, embora nuncam tenha feito parte de um nucleo interno com estrutura para continur um trabalho que fosse de fato proveitoso. Aprendi muito com pessoa mais que especiais, e claro consegui absorver o mais positivo de pessoas que contunuam por la e se acham os "Stanislavski" de Osasco; mas como nem tudo é perfeito o que estava fedendo por debaixo dos panos veio ao ar para feder muito mais. A escola infelismeste após o ser administrada pelo comando vermelho, virou um jogo de ego politico onde era visivél as constantes brigas. Me pergunto agora, será que acabou a mordomia???

  6. Muito me agrada ver esta noticia, e ao mesmo tempo fico infeliz por saber qwue um lugar onde há pessoas maravilhosas também há pessoa que acabam com o tesão artistico. Fui aluno desta escola com orgulho, embora nuncam tenha feito parte de um nucleo interno com estrutura para continur um trabalho que fosse de fato proveitoso. Aprendi muito com pessoa mais que especiais, e claro consegui absorver o mais positivo de pessoas que contunuam por la e se acham os "Stanislavski" de Oasasco; mas como nem tudo é perfeito o que estava fedendo por debaixo dos panos veio ao ar para feder muito mais. A escola infelismeste após o ser administrada pelo comando vermelho, virou um jogo de ego politico onde era visivél as constantes brigas. Saliento que não só os alunos que se sentem boicotados hoje, mas professores também foram e são boicotados; mas o que mais me surpreende é ver uqe pessoas que eram beneficiadas agora reclamam, será que acabou a mordomia???

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCrédito imobiliário aumenta 50% na região
Próximo artigoJoão Bosco faz show em Osasco