Álvaro Ferreira da Costa: Trabalhadores devem estar alertas e mobilizados

Álvaro Ferreira da Costa: Trabalhadores devem estar alertas e mobilizados

0
Compartilhar
Álvaro Ferreira da Costa: Casos de assédio moral aumentam em época de crise
O presidente do Sindigráficos, Álvaro Ferreira da Costa

Indiferente às vozes das ruas, aos direitos trabalhistas e ao apelo do movimento sindical, a Câmara dos Deputados e o governo federal continuam apunhalando os trabalhadores pelas costas. Na última semana, vimos a Câmara aprovar mais um ataque aos direitos trabalhistas: a terceirização irrestrita.

Se antes a terceirização era permitida apenas para atividades-meio da empresa, como limpeza e vigilância, caso o presidente Temer aprove, a terceirização será permitida em qualquer função. De acordo com o Dieese, trabalhadores terceirizados recebem salário 30% menor que os contratados; estão mais expostos aos acidentes de trabalho; têm maior jornada de trabalho; além de não saberem quem é de fato seu representante sindical.

Agora, a previsão de especialistas é que as mudanças farão os empregadores substituírem a carteira assinada e direitos dos trabalhadores por contratos temporários. Por isso, não podemos deixar barato! No site do Sindigráficos, disponibilizamos os nomes dos deputados federais que foram a favor. Gravem esses nomes e deem o troco nas próximas eleições!
A reforma da Previdência também deve ser votada em breve, prejudicando a classe trabalhadora ao dificultar tanto o acesso a um benefício essencial para a qualidade de vida do brasileiro! Além disso, conquistar a aposentadoria será tão difícil que, provavelmente, afastará os jovens contribuintes, gerando realmente um rombo!

Além disso, estamos atentos à reforma Trabalhista que prevê, entre tantos outros itens, a prevalência do negociado sobre o legislado, quando patrões poderão negociar alguns direitos com os trabalhadores, acabando com diversas garantias previstas na CLT, como férias e jornada de trabalho.

O Sindigráficos está mobilizado contra a terceirização e as Reformas previstas pelo atual governo! Trabalhador, nesse momento, é necessária a compreensão de todos sobre as reais ameaças aos nossos direitos e a união entre trabalhadores, sindicatos e centrais e movimentos sociais!
Diversas mobilizações já estão previstas! No dia 28/4, as centrais sindicais estão organizando uma greve geral nacional! Fiquem atentos e vamos aderir!

Álvaro Ferreira da Costa, presidente do Sindicato dos Gráficos de Barueri, Osasco e Região (Sindigráficos)

Compartilhar

Comentários