Amaro Pereira: Federação dos Vigilantes (Fetravesp) precisa avançar no processo de negociação...

Amaro Pereira: Federação dos Vigilantes (Fetravesp) precisa avançar no processo de negociação coletiva

1
Compartilhar
Amaro Pereira Presidente do Sindicato dos Vigilantes de Barueri

O estado de São Paulo tem 24 Sindicatos de Vigilantes, entre eles o nosso, de Barueri. Na Campanha Salarial, cada Sindicato define suas pautas prioritárias e apresenta à Federação dos Vigilantes (Fetravesp). A Federação é responsável por organizar a definição de uma pauta única e dar encaminhamento às reivindicações da categoria junto ao Sindicato Patronal.

Publicidade

Temos sido muito duros, muito críticos a algumas ações da Fetravesp, mas no sentido de construção, de aperfeiçoamento para a categoria. Acima de tudo, sou vigilante.

Aqui em Barueri, nosso Sindicato tem aprovado boas pautas para a Campanha Salarial, que representam os anseios da categoria. Mas quando a gente vai para a Federação, responsável pelas negociações coletivas junto ao setor patronal, o jogo muda. A gente percebe que algumas pessoas têm dificuldade de enfrentar o setor patronal. Este é um caminho errado. Ou a gente mostra para o que viemos ou vamos ser engolidos pelo Sindicato Patronal.

É lamentável que, na negociação coletiva, alguns presidentes de Sindicatos não têm defendido aquilo que a base aprovou, defendem apenas o que o presidente da Federação quer. Isso tem gerado perdas significativas. Para mudar essa realidade, é fundamental uma participação maior do trabalhador junto a seu sindicato.

Uma das principais críticas é que o presidente da Fetravesp não tem sido transparente nas negociações coletivas, e não se abre ao diálogo, não está ativamente presente junto à categoria. Ninguém conhece o presidente da Federação.

Publicidade

O trabalhador não conhece o cara que é o mandatário da segurança privada no estado. Precisamos ter mais transparência, mais lisura nesse processo e democraticamente envolver todos os trabalhadores.

Esse modelo como a Federação tem conduzido o processo de negociação coletiva está fadado ao fracasso. Tem mais de 20 anos que o vigilante não tem ganho nenhum. Esse modelo de conduzir o processo não está funcionando e a gente precisa entender que é preciso avançar.

Esse modelo como a Federação tem conduzido o processo de negociação coletiva está fadado ao fracasso. Tem mais de 20 anos que o vigilante não tem ganho nenhum. Esse modelo de conduzir o processo não está funcionando e a gente precisa entender que é preciso avançar.

Repito que as críticas são construtivas, no sentido de fazer nossa categoria ser valorizada, o que não tem acontecido. Afinal, acima de tudo, sou vigilante. E com muito orgulho!

Compartilhar

Comentários

1 Comentário

  1. Santos
    Caixas eletrônicos e o consumidor
    Os ATM, mais conhecidos como caixas eletrônicos, tem que estar a sua disposição em todo período, não importa se foi roubado , ou que os criminosos tenham usado dinamite para destruir.
    Primeiro a Lei 7102 /83 em seus artigos 1 e 2 diz que onde houver guarda ou movimentação de numerários(dinheiro), devera ter segurança.
    No caso dos caixas eletrônicos ali na área contigua (na área física do banco) tem que ter segurança como diz o artigo 111, da portaria 3233/2002.

    Você como consumidor tem que ter o direito de acessar sua conta a qualquer momento ate porque , se o banco o disponibiliza ao cliente , mais esta facilidade,. É dever do banco garantir o seu acesso ao seu dinheiro.
    Em diversos estados já tem lei neste sentido, para garantir segurança nesses locais , isto esta acontecem m, dado que a policia federal tem feito vistas grossas , a Lei para garantir. Por exemplo , no Guarujá tem uma lei de numero 4091/2014 de 2703/2014, lá .
    Lá o sindicato dos Vigilantes de Santos e Região tem apresentado nas câmaras municipais o mesmo texto da lei pra se criar mais segurança pra o cliente e empregos, acho que os sindicato sou mesmo alguns vereadores deveriam fazer o mesmo.
    Silveira, silveira2090@gmail.com

Faça seu comentário

Mais notíciasParceria entre Prefeitura e empresa italiana gera vagas de trabalho para Barueri
Mais notíciasSuperShopping Osasco lista atrações para quem quer curtir o Dia do Solteiro, nesta terça, 15