Início Política Ameaçado e cansado de fake news, Jean Wyllys vai deixar o mandato...

Ameaçado e cansado de fake news, Jean Wyllys vai deixar o mandato e o país

2
Foto: Luis Macedo/ Câmara dos Deputados

Primeiro parlamentar assumidamente gay a encampar a luta LGBT no Congresso Nacional, o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) afirmou, nesta quinta-feira (24), que, após uma série de ameaças, desiste do mandato e vai deixar o Brasil.

publicidade

De acordo com ele, as ameças aumentaram após o assassinato da vereadora Marielle Franco, no Rio de Janeiro, e com a eleição de Jair Bolsonaro à presidência da República.

“O presidente que sempre me difamou, que sempre me insultou de maneira aberta, que sempre utilizou de homofobia contra mim. Esse ambiente não é seguro para mim”, disse, em entrevista à Folha de S. Paulo.

publicidade

Ele também critica o envolvimento de pessoas ligadas a Bolsonaro, como o filho Flávio, com as milícias no Rio de Janeiro. “Me apavora saber que o filho do presidente contratou no seu gabinete a esposa e a mãe do sicário”, afirmou Wyllys.

O parlamentar também reclama das fake news das quais é vítima, atribuindo falsamente a imagem dele à defesa de temas como a pedofilia. “Vi minha reputação ser destruída por mentiras e eu, impotente, sem poder fazer nada. Isso se estendendo à minha família. As pessoas não têm ideia do que é ser alvo disso”.

publicidade

Em sua perfil no Facebook, Jean Wyllys declarou, na tarde desta quinta: “Preservar a vida ameaçada é também uma estratégia da luta por dias melhores. Fizemos muito pelo bem comum. E faremos muito mais quando chegar o novo tempo, não importa que façamos por outros meios! Obrigado a todas e todos vocês, de todo coração. Axé!”.

Preservar a vida ameaçada é também uma estratégia da luta por dias melhores. Fizemos muito pelo bem comum. E faremos…

Publicado por Jean Wyllys em Quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Comentários