Amigos e familiares de enfermeira de Carapicuíba que morreu com covid-19 protestaram em frente ao Coren

0
enfermeira carapicuíba coronavírus
Reprodução

Um grupo de amigos e familiares da auxiliar de enfermagem de Carapicuíba Maria Aparecida Duarte, de 63 anos, que morreu por complicações do novo coronavírus, protestou em silêncio na sexta-feira (26), em frente ao Conselho Regional de Enfermagem (Coren).

Os manifestantes homenagearam a profissional da saúde, mais conhecida como Cidinha, e denunciaram a falta de condições de trabalho dos profissionais da categoria. Cidinha trabalhava há 20 anos no Pronto Socorro da Cohab II e faleceu em decorrência da covid-19 no dia 3 de maio.

A auxiliar de enfermagem era do grupo de risco, mas estava em pleno exercício da profissão durante a pandemia de covid-19 que já matou 33 profissionais da enfermagem em São Paulo, segundo o Coren. Na região, ao menos oito profissionais da saúde, entre enfermeiros, médicos e socorristas morreram por complicações da doença.

Publicidade

Familiares de Cidinha disseram que a unidade de saúde onde a enfermeira trabalhava não tinha equipamentos básicos e que a enfermeira teria chegado a utilizar máscara de pano por não receber os equipamentos de proteção individual.

“Ela nunca teve obrigação de ir, ela ia porque gostava. A minha mãe já era aposentada, mas ela permaneceu trabalhando naquilo que ela gostava e quando ela precisou, não teve o respaldo do município de afastá-la em plena necessidade dela. Ela não estava pedindo um descanso. Ela estava pedindo pela vida”, disse a filha de Cidinha ao “SP1”, da TV Globo.

A Prefeitura de Carapicuíba disse que os EPIs são distribuídos de acordo com as atividades de cada profissional de saúde e que não havia pacientes com sintomas de covid-19 no PS quando Cidinha veio a falecer. A administração disse ainda que todos os pacientes sintomáticos são transferidos para o hospital de campanha e que os profissionais do grupo de risco são orientados a não atender esses casos.

Carapicuíba contabiliza 2.867 casos com confirmação de coronavírus até sexta-feira (26). O município tem 135 mortes em decorrência da doença. Outros 22 óbitos são investigados, de acordo com o último boletim divulgado pela administração municipal.

Comentários