Ana Paula Rossi pode disputar presidência da Câmara de Osasco: “Estou à disposição para novos desafios”

0
Ana Paula Rossi Osasco
O ex-prefeito Francisco Rossi, a vereadora Ana Paula Rossi, e a vice-prefeita Ana Maria Rossi, na coletiva de imprensa do PL / Foto: Visão Oeste

Em coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira (18), a vereadora reeleita Ana Paula Rossi (PL) fez um balanço do resultado das eleições municipais de domingo (15) e admitiu a possibilidade de disputar a presidência da Câmara Municipal no início da próxima legislatura.

publicidade

“Gosto muito de desafios e estou à disposição para novos desafios”, declarou. No entanto, Ana Paula ressaltou que o assunto ainda será debatido entre os vereadores. “Até mesmo porque o nosso presidente (Ribamar Silva, do PSD) está internado (com covid-19). Então, é algo que ainda será conversado”, afirmou.

Filha do ex-prefeito Francisco Rossi e da vice-prefeita Ana Maria Rossi, Ana Paula falou ainda sobre o crescimento de seu partido, o PL, nesta eleição em Osasco: “Foi uma das melhores campanhas que fiz até hoje, com um grupo muito bom, e isso fez toda a diferença. O PL cresceu na cidade de Osasco. Na última eleição, em 2016, o PL alcançou 18 mil votos e agora passou dos 24 mil votos. Da última vez, eu fui a única vereadora eleita e agora, somos dois”, destacou.

publicidade

Mais mulheres na Câmara de Osasco

A vereadora comentou ainda o aumento da representação feminina na Câmara osasquense, com uma mulher a mais, indo de três para quatro: além de Ana Paula, Lúcia da Saúde (Podemos), que também foi reeleita, e as novas integrantes pastora Cristiane Celegato (Republicanos) e Juliana da Ativoz (PSOL). “Só vai melhorar a qualidade da Câmara, sem dúvida alguma. Mas continuo achando que o que faz a diferença na nossa política é uma questão de caráter e de condução do mandato e não uma condição de ser homem ou mulher”.

“De qualquer forma, estou muito feliz por ter mais mulheres. A participação feminina na política é muito importante e fundamental, mas não acredito que seja um fator determinante para ser um bom político”, continuou.

publicidade
Leia também: Sem conseguir se reeleger, vereador faz abaixo-assinado por novas eleições em Osasco

Comentários