Início Cidades Antigo terrão, enfim, vira parque

Antigo terrão, enfim, vira parque

0

Prometida desde 2008, área de lazer tem cerca de 30 mil m², segundo a Prefeitura / Foto: Eduardo Metroviche
Prometida desde 2008, área de lazer tem cerca de 30 mil m², segundo a Prefeitura / Foto: Eduardo Metroviche

publicidade

Leandro Conceição

A inauguração, no sábado, 22, de um parque de cerca de 30 mil metros quadrados, segundo a Prefeitura, pôs fim à longa espera dos moradores da região do Conjunto dos Metalúrgicos por uma área de lazer prometida desde 2008.

Local tem pista de caminhada, quadra e quiosques

publicidade

O espaço tem pista de caminhada, quadra poliesportiva com arquibancada, academia ao ar livre, quiosques, praça, campo de futebol e vestiários, entre outros atrativos.
“Aqui antes era só um terrão com entulho. Agora está bem melhor, é bom para passear, fazer caminhada”, avaliou o estudante Lucas Vinicius Santos, de 14 anos, que na quarta-feira, 26, se divertia nos equipamentos de ginástica.

A dona de casa Camila Fróes já tem tornado as caminhadas pelo parque com o filho, Matheus, de 7 anos, e o cachorro Flecha parte da rotina. “Aqui era um terrão abandonado e não havia nenhuma área de lazer na região, nenhum lugar para passear com as crianças, os cachorros, em segurança”.

publicidade

As jovens Kathleen, Rebeca, Nicole e Beatriz, de 11 anos, comemoram o fato de agora terem um espaço perto de casa para brincar depois da aula. “Dá para a gente correr à vontade e fazer pic-nic”, diz Kathleen.
“Estou orgulhoso em inaugurar um espaço que irá proporcionar mais qualidade de vida à população”, declarou o prefeito Jorge Lapas (PT) durante a inauguração.

Comunidade comemora área de lazer, mas reclama da falta de playground

Apesar de comemorarem a inauguração do novo parque, os moradores da região reclamam da falta de um playground no espaço. “Faltou um parquinho para a criançada, com escorregador, gangorra, balanço. De resto, o parque está legal”, observa a dona de casa Isabel Araújo, mãe de duas crianças.

Camila Fróes faz a mesma ressalva: “O parque está legal, mas falta um parquinho para a criançada. Muitos acabam brincando nos equipamentos de ginástica, que são inseguros para os pequenos”.
A Secretaria municipal de Obras diz, em nota, que estuda “o local adequado para a instalação de um playground, bem como providencia a compra dos aparelhos. Entretanto, não há data prevista para a instalação [do parquinho]”.
Desde o início, a obra do novo parque sofreu com atrasos e paralisações. Chegou a ter previsão de conclusão para o primeiro e depois o segundo semestre de 2012.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCorrendo atrás dos sonhos
Próximo artigoEstradas de São Paulo têm Operações de Carnaval