Ao invés de água, é dinheiro público que tem escorrido

0
Editorial: Governo precisa ouvir os trabalhadores

Inaugurado em 2007 como uma esperança para amenizar o eterno drama das enchentes na região, o piscinão do Rochdale ficou abandonado e hoje é apenas um criadouro de lixo e, consequentemente, ratos e insetos. É praticamente inútil no combate aos frequentes alagamentos, como você pode conferir em reportagem na página 5. Assim, ao invés da água da chuva, é o dinheiro público usado na implantação desse elefante branco que tem escorrido.

publicidade

Responsável pela limpeza do local, o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), do governo do estado, diz que não é possível fazê-la devido às moradias precárias construídas às margens – algumas até mesmo dentro do reservatório.

Assim, foi um sinal positivo a iniciativa do prefeito de Osasco, Rogério Lins (PTN), de logo no início da gestão visitar o piscinão para conferir de perto a situação de abandono em que se encontra o reservatório e buscar auxilio junto à deputada federal Renata Abreu (PTN-SP). Ele reivindica sua interferência junto ao governo do estado na busca por uma solução para o problema. É um alento, claro, mas vamos ficar no aguardo de efeitos práticos.

publicidade

De acordo com a prefeitura , a Secretaria de Habitação trabalha na remoção e assistência às famílias que ocupam áreas de risco no bairro. Assim, esperamos que a prefeitura faça a parte dela e que o governo do estado não tenha mais desculpas para deixar de fazer a dele. Importante lembrar que as queixas pela falta de limpeza do piscinão não são de agora: vêm desde os primeiros anos do reservatório.

E a população também precisa se conscientizar e fazer sua parte. Afinal, as garrafas pet, entulho e até sofás dentro ou às margens do reservatório, assim como de todos os rios e córregos, não chegam ali sozinhos.

publicidade

Comentários