Apatej recebe visita da Diretoria da Assojubs

0
As entidades também aproveitaram o encontro para discutirem algumas demandas que ficaram pendentes em 2015

Na segunda-feira, 18, o presidente da Associação Paulista dos Técnicos Judiciários (Apatej), Mário José Mariano (Marinho), o vice-presidente, Roberto da Silva, o tesoureiro Marcos Leite Penteado e o secretário André Soares receberam, na sede da entidade, a nova Diretoria da Assojubs, associação que representa servidores e funcionários do Judiciário Paulista na Baixada Santista, eleita no final de novembro e empossada no dia 14 de dezembro de 2015.

publicidade
As entidades também aproveitaram o encontro para discutirem algumas demandas que ficaram pendentes em 2015
As entidades também aproveitaram o encontro para discutirem algumas demandas que ficaram pendentes em 2015

Durante visita, o presidente da Assojubs, Michel Lorio Gonçalves, junto com o tesoureiro Adelson Pereira Gaspar e a diretora de Convênios, Gisele Alonso, tiveram a oportunidade de conhecer as instalações da nova sede própria da Apatej, que possui estrutura moderna e oferece muitos benefícios aos associados.

As entidades também aproveitaram o encontro para discutirem algumas demandas que ficaram pendentes em 2015 e pelas quais os líderes não deixarão de lutar em 2016, como: aprovação do nível universitário para escrevente; transformação de agentes operacionais, de serviços e de fiscalização em escreventes; contratação de funcionários concursados para os cargos de conciliadores e assistentes jurídicos de 2ª instância; implantação de um regime jurídico de caráter mais democrático, cujo sistema permita a todos os servidores o direito a voto para a presidência da Corte, entre outras.

publicidade

O presidente da Apatej compartilhou ainda preocupação com o pagamento da data-base em março de 2016, considerando uma inflação prevista de aproximadamente 11%. O vice-presidente da Apatej também ressaltou a necessidade de abertura de concursos públicos visando o preenchimento de vagas em diversos cargos no TJ.

De acordo com o presidente da Assojubs, as entidades precisam unir forças e realizar reuniões mensais, ou até bimestrais, para traçarem estratégias, alinharem discussões e se prepararem para as reuniões no Tribunal. Também houve um acordo mútuo sobre a proposta de realização de encontros anuais para o avanço das tratativas referentes à Campanha Salarial e definição de pauta única de reivindicações.

publicidade

Agenda

No dia 15 de fevereiro, haverá abertura do ano judiciário no Palácio da Justiça, em São Paulo. Já em 20/2, a Assojubs vai realizar um grande evento com palestrantes que vão discutir temas de interesse da categoria.

Comentários