Após polêmica, vereadores proíbem rodeios

0
Evento com montaria foi realizado mês passado na cidade / Foto: Reprodução

Evento com montaria foi realizado mês passado na cidade / Foto: Reprodução
Evento com montaria foi realizado mês passado na cidade / Foto: Reprodução

publicidade

Após o polêmico rodeio realizado em novembro, em meio a tentativas de defensores dos animais de barrá-lo na Justiça, foi aprovado esta semana na Câmara Municipal de Santana de Parnaíba projeto de lei que proíbe eventos do tipo no município.
A proposta aprovada, que segue para sanção ou veto do prefeito, altera artigo da lei que autoriza a realização de rodeios na cidade. Se sancionada, também serão proibidas vaquejadas, touradas e outros espetáculos ou exibições públicas em que equinos e bovinos são utilizados.

“Falha está sendo corrigida”, diz vereador

“Há um clamor público mundial para cessar a prática de tais eventos. Além disso, não é tradição do município realizar ou apoiar iniciativas que maltratam animais, como é o caso dos rodeios”, afirma o presidente da Câmara, Nequinho Desanti (SDD), um dos oito autores do projeto.

publicidade

Racha
A lei atualmente em vigor, que autoriza os rodeios em Parnaíba, havia sido aprovada no ano passado na Câmara Municipal. A mudança vem em um período de turbulência política na cidade (leia na página 3), com a maioria dos parlamentares rachados com o prefeito em exercício da cidade, Elvis Cezar (PSDB), grande entusiasta do último rodeio.
O evento foi uma das atrações da programação da celebração dos 434 anos do município. O evento foi definido pelo tucano como “a maior festa de aniversário da história da cidade”.
Nequinho disse que, “a falha que cometemos no passado [a autorização dos rodeios] está sendo corrigida neste momento”.

publicidade
Comentários