Após protestos, tarifa volta a R$ 3,00 em Osasco e região na segunda-feira, 24

4
Após aumento de tarifas, manifestações cresceram por todo o país

Após aumento de tarifas, manifestações cresceram por todo o país
Após aumento de tarifas, manifestações cresceram por todo o país

publicidade

Após os protestos iniciados com o aumento do valor da tarifa de ônibus em diversos municípios, o valor da passagem nas cidades da região que fazem parte do consórcio intermunicipal voltará a R$ 3,00 a partir da 0h dia 24, segunda-feira. A informação foi divulgada pela assessoria do prefeito de Osasco, Jorge Lapas (PT).

A queda no preço foi definida na manhã desta quinta-feira, 20, em reunião na Prefeitura de Barueri com Jorge Lapas e os prefeitos de Barueri, Gil Arantes (DEM), Carapicuíba, Sergio Ribeiro (PT), Jandira, Geraldo Teotônio, o Gê (PV), Santana de Parnaíba, Marmo Cezar (PSDB) e o secretário de Negócios Internos e Jurídicos de Itapevi, Vicente Martins Bandeira.

publicidade

A decisão segue o mesmo caminho adotado pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT) e o governador Geraldo Alckmin (PSDB), que após as manifestações anunciaram que as tarifas nos ônibus municipais da Capital, na CPTM e no Metrô, hoje em R$ 3,20, voltará a R$ 3,00.

Daqui a pouco, leia no site do Visão Oeste mais informações sobre os protestos realizados nas cidades da região.

publicidade

Comentários

4 COMENTÁRIOS

  1. Osasco a prefeitura, é um antro de vagabundos safados, hoje 20% dos funcionários são funcionários Fantasmas ano passado perdi o emprego empresa por causa de um funcionário Fantasma da prefeitura, fui a prefeitura com provas dele vagabundiand%pessoal e não podiam investiga-lo e puni lo por estas e outras para o futuro do Brasil só espero e peço a Deus que os Militares tomem o poder de volta,,,pois no militarismo pra quem era de boa índole o pais era melhor de se viver.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTarifa de ônibus em Osasco baixará para R$ 3,10
Próximo artigoTransporte público em foco