Após ser torturado por criminosos, vereador Jânio segue na UTI

0
EDUARDOAAA

EDUARDOAAA

publicidade

O vereador Jânio Gonçalves (PMDB), de 62 anos, segue internado na UTI do Hospital Municipal de Barueri após ser torturado durante quase 2 horas por criminosos que invadiram a casa dele, na Vila Boa Vista, em um assalto na manhã de segunda-feira, 5.

De acordo com boletim médico enviado nesta quinta, 8, pela comunicação do hospital, o estado de saúde de Jânio é “estável, com sinais de recuperação”. No entanto, o vereador continua sedado e respirando por aparelhos, já que está com insuficiência respiratória.

publicidade

Segundo informações do site Barueri Na Rede, na segunda, 5, por volta das 6h, o parlamentar, a esposa e um dos dois filhos dela foram rendidos por três homens quando chegavam em casa após deixarem o outro enteado de Jânio na escola.

No andar de cima da casa, o vereador foi torturado pelos criminosos, que mostraram conhecer a rotina da família e perguntavam o tempo todo sobre o dinheiro que seria usado por ele em sua campanha à reeleição. A esposa e o enteado, de apenas 4 anos, ficaram na parte térrea da casa, mantidos reféns sob a mira de uma arma.

publicidade

Os criminosos também teriam ameaçado aplicar uma injeção no vereador, mas exames médicos não detectaram a presença de substâncias estranhas ao organismo.

Após torturarem Jânio e revirarem o imóvel ameaçando as vítimas em busca de supostos R$ 2 milhões, os homens deixaram a casa do vereador por volta das 7h30 levando objetos como o par de alianças do casal, um anel feminino, um computador portátil, dois celulares, um videogame, dois relógios de pulso e cerca de R$ 600.

Outros casos

As casas de outros vereadores de Barueri também já foram alvo de criminosos. Jô teve a residência saqueada em 2012, enquanto ele acompanhava o casamento da filha. Na mesma época, Chico Vilela foi mantido refém enquanto bandidos roubaram objetos de valor e dinheiro de seu imóvel.

Comentários