Arena traz prejuízo a Barueri, diz prefeito

0
Desempenho ruim do time da casa reduz público do estádio

Desempenho ruim do time da casa reduz público do estádio
Desempenho ruim do time da casa reduz público do estádio

publicidade

Fernando Augusto

A administração da Arena Barueri, hoje nas mãos da Prefeitura, pode ser terceirizada. O motivo seriam os constantes prejuízos que o estádio dá aos cofres municipais. “É um encargo de R$ 5 milhões por ano”, segundo o prefeito Gil Arantes (DEM).
O prefeito falou sobre o assunto na terça-feira, 9, e disse que a Arena é subutilizada. “Desde que foi inaugurada só dá prejuízo para o município e eu, como administrador, entendo que isso não está proporcionando nenhum benefício para nossa população”, afirmou.

publicidade

A Prefeitura realiza estudos para saber qual o melhor modelo para o estádio, que não tem mais abrigado grandes jogos desde que o Barueri caiu para a Série B do Campeonato Brasileiro. Neste ano, o público deve ser ainda pior, pois a equipe disputa a Série C.
Além disso, o Palmeiras, que está com sua nova Arena em construção e chegou a transferir seus jogos para Barueri, tem mandado suas partidas no Pacaembu. “Houve um período que Barueri ganhou muito em visibilidade com o time que tinha. Agora, o estádio realmente é um prejuízo significativo para a cidade”, criticou Gil Arantes, que lembrou que o projeto inicial, feito em sua gestão anterior, era para estádio com capacidade de 20 a 25 mil torcedores.” Depois, a administração anterior optou, a gente não sabe porque, em aumentar esse projeto”.

O secretário de Esportes de Barueri, Paulo Sergio, fez uma viagem neste ano à Suíça para negociar com a seleção local. O objetivo é que a Arena sirva de centro de treinamento a uma seleção durante a disputa da Copa do Mundo em 2014.

publicidade

Comentários