Articulações por 2014 agitam cenário político

3
Valmir Prascidelli, Rogerio Lins e Toniolo são nomes certos na disputa eleitoral do ano que vem / Fotos: Eduardo Metroviche

Valmir Prascidelli, Rogerio Lins e Toniolo são nomes certos na disputa eleitoral do ano que vem / Fotos: Eduardo Metroviche
Valmir Prascidelli, Rogerio Lins e Toniolo são nomes certos na disputa eleitoral do ano que vem / Fotos: Eduardo Metroviche

publicidade

As articulações para as eleições de 2014 já esquentam o cenário político da região e podem trazer mudanças às Câmaras Municipais. Em Osasco, dos 21 parlamentares, pelo menos sete são possíveis candidatos a deputado estadual ou federal.

Os dois vereadores mais votados nas eleições municipais de 2012, o presidente da Câmara Antonio Toniolo (PCdoB) e Rogério Lins (PHS), já avisaram que são pré-candidatos, mas não têm definição sobre o cargo.
“Existe uma possibilidade grande de eu ser candidato, só não há consenso sobre se a deputado estadual ou federal”, diz Toniolo, que foi candidato a vaga na Câmara dos Deputados em 2010 pelo PRP e teve 32,7 mil votos.
Desta vez, ele afirma estar à disposição do partido, mas tem preferência por disputar um lugar na Assembleia Legislativa. “Seria melhor por se manter próximo da base, além de os possíveis candidatos [rivais] serem mais fracos”, avalia.

publicidade

Em seu segundo mandato como vereador, Rogério Lins afirma que tem “boas realizações para mostrar [ao eleitor] e posso dar um passo como deputado estadual ou federal”.
Pelas movimentações do PHS, Lins deve brigar por vaga na Assembleia, já que o correligionário e companheiro de Câmara Maluco Beleza já foi apontado como o candidato da legenda a deputado federal em Osasco.

PSDB
No PSDB, a vaga natural de candidato a deputado estadual no município é de Celso Giglio, que se recupera de um acidente de carro (leia acima) e pode tentar reeleição. Caso Giglio não concorra, o vereador André Sacco é cotado para substituí-lo. Para federal, a tucana Bruna Furlan, de Barueri, buscará reeleição.

publicidade

Já no PT, o vice-prefeito Valmir Prascidelli deve ficar com a vaga de João Paulo Cunha – condenado na Ação Penal 470, o “mensalão” – para ser o candidato a deputado federal do partido. Para estadual, Marcos Martins tentará reeleição. A vereadora Mazé Favarão também é cotada para buscar vaga na Assembleia Legislativa.
Outros parlamentares osasquenses especulados para concorrerem à Assembleia ou Câmara são Valdomiro Ventura (PSL) e Alex da Academia (PDT).

O deputado estadual pelo PSD / Foto: Francysco Souza
O deputado estadual pelo PSD / Foto: Francysco Souza

PSD: Vergínio reafirma que “não precisa ter dobrada”

Outros nomes fortes do cenário político osasquense com pré-candidatura para 2014 são a ex-vereadora Ana Paula Rossi, que saiu do PSDB rumo ao PR para buscar vaga na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Osvaldo Vergínio, que deve tentar reeleição, e o ex-vereador Delbio Teruel, pré-candidato a deputado federal.

Fato curioso no PSD é que, apesar de correligionários, Vergínio e Delbio não devem fazer “dobradas”. “Quem gosta de mim, vota em mim. Quem gosta do Delbio, vota no Delbio. Não precisa ter dobrada”.
O deputado estadual está em atrito com o presidente do diretório municipal do partido, Lau Alencar, desde a filiação de Delbio, já que os dois podem colidir na briga para disputar a Prefeitura em 2016.
Foi cogitada a saída de Vergínio do partido, negada por ele: “Não existe possibilidade nenhuma de eu sair. Vou ser candidato do PSD à reeleição”, afirma Vergínio.

Vices-prefeitos são pré-candidatos

Além do vice-prefeito de Osasco, Valmir Prascidelli, os vices de Barueri, Jaques Munhoz (PTB), Carapicuíba, Salim Reis (PSD) e Itapevi, Fláudio Azevedo (PT), são cotados para concorrer a deputado federal ou estadual.
Jaques e Fláudio devem buscar vaga na Câmara dos Deputados. Salim deve tentar novamente uma cadeira na Assembleia Legislativa, como em 2010.
Já os deputados estaduais Isac Reis (PT), de Carapicuíba, e João Caramez (PSDB), de Itapevi, tentarão ser reeleitos.

Comentários

3 COMENTÁRIOS

  1. temos que colocar um basta nisso pois temos veriadores que nem sabe ainda o que ainda falar na tribuna…. e não fez nem um projeto como e que um cara deses ja quer mudar de degral e mais um prova de que eles não estão preparado um politico pra nos representar na asembleia tem que estar preparado

  2. Para se elegerem a Deputado Nossos Vereadores teram que mostrar mas Serviços para a população Mas carente de Osasco e pra isso que o Povo mas humilde os elege.Vamos ver agora.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEspecialista defende restrição a automóveis
Próximo artigoVisão Atenta