Crise da água é fruto da má gestão tucana

0

Valdir Roque

publicidade

Vereador pelo PT, primeiro vice-presidente da Câmara Municipal de Osasco

É cada vez maior o medo de termos nossas torneiras secas em breve. O Sistema Cantareira, que abastece cidades como Osasco, Barueri e Carapicuíba, está com menos de 13% de sua capacidade, índice mais baixo da história.
O governador, que tanto alardeou que estava “tudo bem”, enfim, admitiu, constrangido, que o risco de racionamento de água é real.
O governo Alckmin alega que a razão para a crise da água é a falta de chuvas. Não é só isso. A razão principal para a crise da água é a má gestão tucana! A incompetência dos 20 anos de (des) governos do PSDB, com Alckmin e cia., no estado.

publicidade

O sistema Cantareira atende, segundo a Sabesp, 8,8 milhões de pessoas. Todas em risco de ficar sem água por causa do descaso do PSDB!
A situação é tão grave que o Ministério Público vai instaurar um inquérito sobre uma possível má gestão da água. Desde que o sistema Cantareira foi inaugurado, entre os anos 1970 e 1980, não houve investimento em novos mananciais. Um descaso absurdo.

O estado já passou por situações semelhantes, como em 2003, em outra (má) gestão das mesmas pessoas que continuam no governo. E eles não aprenderam nada! Não ampliaram os reservatórios, não melhoraram o sistema… E continuam desperdiçando muita água! Segundo a própria Sabesp, um quarto da água é desperdiçada no caminho até o consumidor.
Se o governo Alckmin não fez a parte dele, que façamos a nossa. Vamos economizar água, usar com consciência.
A mesma consciência que grita que São Paulo precisa de planejamento e boa gestão. Não de um governo que não age e que só falta pedir que a população do estado mais rico do país faça a dança da chuva!

publicidade

Comentários