“Até o final do ano que vem, Ceagesp estará em novo endereço”, diz Doria

5
Foto: Marcelo Camargo/ABr

O Governador João Doria e o Presidente Jair Bolsonaro se reuniram em Brasília nesta terça-feira (23) e definiram que a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) será transferida da União para o Governo de São Paulo e mudará de endereço até o final de 2020.

“Até o final do ano que vem, ele estará em um novo endereço, em uma área até seis vezes maior que a área que ele hoje ocupa. Com isso, vamos ter mais permissionários, uma condição melhor física e operacional. Este novo local será próximo a uma rodovia, o que permitirá uma ligação mais rápida e eficiente com o Porto de Santos e com as demais rodovias federais e estaduais”, disse Doria.

Dois terrenos da região são cotados: um na Lagoa de Carapicuíba e um terreno em Santana de Parnaíba.

Publicidade

O terreno de Santana de Parnaíba, proposto pela Ideal Partners, ofereceu um imóvel com 4 milhões de m² e sugestão de operar com uma área construída de 1 milhão de m². O local dá acesso ao Rodoanel Oeste e rodovias Castelo Branco e Anhanguera.

O terreno na Lagoa de Carapicuíba, proposto pela empresa FRAL, fica próximo à região de Osasco, além de ter acesso pela rodovia Rodoanel Oeste. O local tem total de 1,9 milhão de m² e sugestão de 864m² de área construída.

A terceira proposta é para a empresa se mudar para uma área de 4 milhões de m² no km 26 da Rodovia dos Bandeirantes, com acesso ao Rodoanel. A proposta foi feita pela empresa NESP e, até o momento, a área construída não foi especificada.

A quarta e proposta foi feita pela Companhia Paulista de Desenvolvimento (CPD), que traz um terreno de 2 milhões de m² na Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, na junção dos trechos Norte e Oeste do Rodoanel. A proposta é operar com área construída de 482 mil de m².

Após receber a Ceagesp, o governo pretende iniciar o processo de privatização da empresa, que deverá ser concluído ao longo do ano que vem, segundo as projeções do governo.

Vale do Silício de São Paulo

A Ceagesp será transferida do Ministério da Agricultura para a Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento e o novo espaço será viabilizado por meio de recursos privados, diz o governo do estado.

No atual local do Centro será implantado o CITI (Centro Internacional de Tecnologia e Inovação), também em parceria com a iniciativa privada. “Será o Vale do Silício de São Paulo, com 650 mil metros quadrados de área dedicada à tecnologia”, explicou o Governador.

Comentários

5 COMENTÁRIOS

  1. acredito eu que se a questão e também desafogar o transito, passou longe os projetos de santana de parnaíba e lagoa de carapicuiba. com relação à Trânsito vão acabar com SP pois a chegada pela castelo já é um caos. Alphaville já é um horror nos horários de pico. Rodoanel, meu Deus!!!! mas para a economia local e para os trabalhadores são melhores projetos pois não muda muito e continuam as linhas de trens. mas a real mesmo; leva esse caos para a BANDEIRANTES de preferencia bem mais longe possível. comerciante tem carro, mercadoria anda de caminhão, ladrão tem em todos os lugares. opnião na real.já temos as grandes concorrencias dos varejoes e hipermercados pra todo lado. atacadões nem se fala. queremos mesmo é um pouco mais de PAZ e mobilidade em SP, se não vai travar tudo uma hora dessas, de novo.kkkk

  2. Acho muito bom, o atual ceagesp não comporta mais a demanda, e a criação deste polo tecnológico vai desenvolver a região no geral…

  3. Trabalho na Ceagesp há 11 anos sei que isso e tudo jogada política e muito político querendo se dá bem mais e fácil deixar 500 mil pessoas desempregadas parabéns..

  4. Depois de duzentos anos, até que enfim enxergaram a necessidade de mudanças do Ceagesp, sem contar a infraestrutura caótica, pequena e ultrapassada, aliada às enchentes frequentes do local.

    • Concordo totalmente com a saída. Barulho, sujeira, pedintes aguardando migalhas que caíram dos caixote, cheiro horrível e lixo ao redor. Bandidagem corre solta.
      Ninguém consegue estacionar. As vagas são guardadas de madrugadas.
      Um horror a céu aberto.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Em Osasco temos o Big Brother do bem”, diz Rogério Lins
Próximo artigoLula ganha redução de pena e pode ir para o semiaberto em setembro