Ato relembra as torturas da ditadura

0

Terça-feira, 1º, foi dia de homenagear os trabalhadores que foram perseguidos e torturados pelo regime militar. O ato aconteceu no Sindicato dos Engenheiros de São Paulo e foi organizado pelas centrais sindicais que fazem parte do grupo de trabalho “Ditadura e repressão aos trabalhadores e ao movimento sindical” em apoio a Comissão Nacional da Verdade.

publicidade

Entre os homenageados estavam Raphael Martinelli, que no período da ditadura foi líder ferroviário; Clodsmith Riani, na época presidente Nacional da CGT (Comando Geral dos Trabalhadores); e o ex-diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região, Manoel Dias do Nascimento.

Durante o ato, vítimas fizeram depoimentos e relataram as torturas sofridas. “Essa gente cometeu crimes inimagináveis e precisam pagar por seus crimes. Eles prenderam ilegalmente, torturaram, saquearam, estupraram e mataram centenas de militantes políticos”, enfatizou Martinelli.

publicidade

Comentários

publicidade