Início Cidades Barueri Audiência Pública marca lançamento do projeto do piso nacional dos vigilantes

Audiência Pública marca lançamento do projeto do piso nacional dos vigilantes

2

vento que acontece em Brasília no dia 6 terá presença do Sindicato dos Vigilantes de Barueri
Evento que acontece em Brasília no dia 6 terá presença do Sindicato dos Vigilantes de Barueri

publicidade

Na segunda-feira, 6, haverá audiência pública em Brasília para apresentação e lançamento do projeto de lei do piso nacional de R$ 3 mil para os profissionais de segurança privada do Brasil.

O Sindicato dos Vigilantes de Barueri, demais dirigentes e Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV) participarão do ato, proposto pelo senador Paulo Paim, em defesa do reconhecimento e valorização da categoria.

publicidade

“A discussão sobre o Piso Nacional não pode ficar estagnada no Congresso. Essa conquista é primordial para nós, trabalhadores, que somos desvalorizados há anos. Nosso trabalho é árduo e está sujeito a uma série de riscos no dia a dia. Por isso, merecemos mais reconhecimento e expansão de direitos, salário digno unificado já”, destaca o presidente do sindicato, Amaro Pereira.

Ele ainda ressalta a importância da mobilização dos vigilantes para o alcance dessa conquista, pressionando todos os senadores dos seus respectivos estados, através do contato e envio de e-mails para os parlamentares reforçando a importância do projeto para o avanço da categoria. “Precisamos estar unidos e lutar por mais essa vitória”.

publicidade

Na rádio
Neste sábado, 4, o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Barueri, Amaro Pereira, estreia o programa Segurança Privada em Foco, que vai ao ar aos sábados, das 13h às 14h, a rádio Nova Difusa (1540 AM).
O programa vai apresentar e analisar informações atuais do setor e incentivar a participação dos trabalhadores nas discussões de assuntos de interesse da categoria.

Comentários

2 COMENTÁRIOS

  1. Não vejo ninguem do cindicato chamando acategoria para fazer greve para ter conquistas melhores amioria doa cincatos é contra a greve principalmente o de são paulo nunca faz nada so sabe meter a mão no nosso dinheiro cobrando aquela maldita taxa so faz acordo salarial nos vigilantes não temos repeito nem das empresa muito menos dos clientes para quem prestamos serviço agente so ouvi balela todos os dias muitos profissionais perdem a vida armamento de pessima qualidade as empresas fazem o que elas querem nem cindicato nem ministerio do trabalho faz nada é uma vergonha dizer que alguem nos representa

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAplicativo OsascoBus informa horários e itinerários de ônibus
Próximo artigoOciosidade na indústria é a maior desde 2002, mostra pesquisa da CNI