Bancários de SP aprovam propostas e encerram greve

0

Fonte: Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região
Fonte: Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região

publicidade

Em assembleias lotadas, bancários dos bancos privados, Banco do Brasil e Caixa Federal aprovaram a proposta feita pela Fenaban, e as específicas das instituições públicas, e encerraram, na segunda-feira, 26, em São Paulo, Osasco e região a greve iniciada em 6 de outubro. Cerca de 6 mil bancários participaram das três assembleias.

A mobilização foi considerada vitoriosa pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região. “Eles [os bancos] passaram mais de 20 dias tentando forçar à categoria um reajuste abaixo da inflação. Conseguimos resistir numa luta valorosa que fez com que o índice dobrasse, saindo dos 5,5% da primeira proposta para 10%”, afirma a presidenta do Sindicato, Juvandia Moreira, uma das coordenadoras do Comando Nacional dos Bancários, que negocia com a Fenaban.

publicidade

Além dos 10% para reajustar salários, piso, PLR, os bancos aumentarão vales alimentação, refeição e a 13ª cesta em 14%.

A Campanha 2015 também garantiu a assinatura de um termo de entendimento entre os seis maiores bancos e o movimento sindical bancário para tratar das condições de trabalho nos bancos, na gestão das instituições de modo a reduzir as causas de adoecimento. As comissões de empresa acompanharão para garantir a melhoria das condições de trabalho.

publicidade

“Como aconteceu com o instrumento de combate ao assédio moral, essa é uma importante conquista rumo às mudanças tão necessárias nas condições de trabalho nos bancos. Juntos, bancários e Sindicato vão trabalhar no sentido de fazer com que essa nova conquista altere a lógica perversa de gestão que provoca o adoecimento da categoria”, ressalta Juvandia.

Comentários