Bancos não apresentam proposta e greve continua

0
Até quarta, 14, greve atingia 928 locais de trabalho, sendo 27 centros administrativos e 901 agências / Rovena Rosa/Agência Brasil

Em nova reunião de negociação nesta quinta-feira, 15, em São Paulo, representantes da Federação Nacional dos Bancos e do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região continuaram sem acordo e a greve da categoria chega ao 11º dia nesta sexta, 16.

publicidade
Até quarta, 14, greve atingia 928 locais de trabalho, sendo 27 centros administrativos e 901 agências / Rovena Rosa/Agência Brasil
Até quarta, 14, greve atingia 928 locais de trabalho, sendo 27 centros administrativos e 901 agências / Rovena Rosa/Agência Brasil

“Pela segunda vez os bancos voltaram à mesa de negociação com o Comando Nacional dos Bancários e não apresentaram proposta nenhuma. Na tarde desta quinta-feira, 15, novamente insistiram no índice de reajuste de 7% (2,39% abaixo da inflação) com abono de R$ 3.300”, informou o sindicato. A categoria reivindica reajuste de 14,78%, entre outras pautas.

De acordo com levantamento do sindicato, até quarta, 14, em sua base a greve atingia 928 locais de trabalho, sendo 27 centros administrativos e 901 agências. Estima-se que mais de 60 mil trabalhadores participaram das paralisações.

publicidade

“Os bancos são líderes nos rankings de reclamação do Procon e não é a toa. Demitem bancários e, cada vez mais, empurram os clientes para que façam suas próprias operações, não aceitam receber pagamento de contas nos caixas de uma série de serviços, como luz e telefone, e ainda cobram tarifas abusivas. Somente no primeiro semestre deste ano arrecadaram R$ 55 bilhões com tarifas bancárias, e apenas com essa receita cobrem em média 130% do total de suas despesas de pessoal”, protestou a presidente do sindicato, Juvandia Moreira.

Os bancários são uma das poucas categorias no país que possui Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) com validade nacional. Os direitos conquistados têm legitimidade em todo o país. São cerca de 512 mil bancários no Brasil, sendo 142 mil na base do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, o maior do país.

publicidade

Comentários