Black Friday: Saiba como identificar e denunciar falsos descontos

Zoom, Reclame Aqui, Serasa Experian e Procon atuam fiscalizadores da Black Friday desse ano

0
Black Friday: Saiba como identificar e denunciar falsos descontos
Comparador de Preços Zoom vai avaliar ofertas que valem à pena

Depois de ser chamada pelos consumidores brasileiros de “Black Fraude”, a edição desse ano da Black Friday, que já figura com descontos durante todo o mês, mas que acontece realmente na sexta-feira, dia 25 de novembro, ganhou mecanismos de fiscalização.

publicidade

O site comparador de preços Zoom vai monitorar os descontos e ofertas fiscalizando os produtos para identificar maiores descontos. A ferramenta deve comparar os preços anunciados comparando datas de promoções realizadas em períodos anteriores para avaliar a relevância da promoção atual.

O site vai contar com uma equipe que estará no Facebook para tirar dúvidas dos consumidores. Outro que vai prestar esse serviço é o ReclameAqui, que disponibilizará um canal para denuncias de falsas ofertas.

publicidade

O SerasaExperian vai deixar à disposição dos consumidores, de 29 de novembro a 1º de dezembro, o VocêConsulta Empresas. A ferramenta divulga informações sobre a situação do CNPJ da empresa, razão social, ocorrência de protestos, cheques sem fundo, ações judiciais, endereço, falências e a existência legal da companhia consultada. O serviço custa R$ 16,90, mas será fornecido gratuitamente durante a Black Friday.

PROCON

A Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, irá realizar um plantão de atendimento especial para os consumidores. A instituição também está fazendo monitoramento de preços de uma amostra de produtos eletroeletrônicos e eletrodomésticos para orientar o consumidor se as ofertas têm realmente o desconto anunciado.

publicidade

Plantão de atendimento

O Procon-SP manterá um atendimento especial para os consumidores registrarem suas reclamações. Pelo telefone 151, começará no dia 24, indo até às 2h do dia 25, e retornando no mesmo dia, das 6h às 22h. O atendimento eletrônico ficará disponível durante todo o fim de semana (25 e 26/11), além do Facebook e Twitter.

Também foi criada a hashtag especial #ProconSPdeolhonaBlackFriday que os internautas poderão utilizar para denunciar problemas como maquiagem de desconto – situação em que o fornecedor eleva o preço do produto antes de anunciar a promoção –, cancelamento da compra sem justificativa, preços abusivos de fretes, entre outros que possam ocorrer.

Monitoramento

Para coibir uma das maiores reclamações dos anos anteriores, anúncios de falsas promoções e descontos, os preços de alguns produtos estão sendo monitorados desde setembro, nos sites das principais redes varejistas. Desta forma será possível verificar se os descontos oferecidos são verdadeiros. Também serão verificados casos descumprimento à oferta e instabilidades que inviabilizem a conclusão da compra pelo consumidor, entre outros. E nos dias 24 e 25/11 equipes de fiscais percorrerão comércios de rua, shoppings centers, supermercados e hipermercados.

Pesquisa de eletrodomésticos

Procon-SP divulgou recentemente um levantamento dos preços dos eletrodomésticos, onde foi encontrada diferença de 114,45%. A coleta dos preços envolveu 108 produtos de diversas marcas e modelos: aspiradores de pó, batedeiras, climatizadores e depuradores de ar, ferros de passar, fogões de piso, fornos microondas, lava-louças, lavadoras de roupas, liquidificadores, misturadores multiuso (mixers) e refrigeradores. Confira a pesquisa completa aqui.

Comentários