Bolsonaro anuncia Bolsa-Família de R$ 300 e diz que CPI da Covid é “palhaçada”

0
bolsonaro entrevista
O presidente Jair Bolsonaro concedeu entrevista à Rádio Itatiaia, de Minas Gerais, na manhã desta terça-feira (20) / Foto: reprodução

Em sua primeira entrevista a uma emissora de rádio após ter alta hospitalar, no domingo (18), após quatro dias de internação por uma obstrução intestinal, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou à Rádio Itatiaia o aumento do valor do Bolsa-Família para R$ 300, a partir de novembro deste ano.

publicidade

“Vai ser um aumento de mais de 50%. Sei que é pouco, mas é o que a Nação pode dar. Estamos prevendo em torno de 22 milhões de pessoas recebendo o Bolsa-Família a partir de dezembro. É um número assustador. Esperamos pacificar a questão do Bolsa-Família, com esse valor, a partir de novembro”, declarou Bolsonaro, em entrevista ao vivo, na manhã desta terça-feira (20), à repórter Edilene Lopes, no Palácio da Alvorada, em Brasília, durante o Jornal da Itatiaia Primeira Edição.

O presidente da República afirmou que irá vetar o Fundo Eleitoral no valor de R$ 5,7 bilhões, conforme aprovado no Congresso Nacional na semana passada. “Extrapolou o valor, então eu tenho a liberdade de vetar e vou vetar. Espero não ter problemas com o Parlamento. Após o nosso veto eles que decidam lá se mantêm ou não”, afirmou.

publicidade

Ao falar sobre a CPI da Covid, classificada por Bolsonaro como “palhaçada”, o presidente da República disse que o relatório do senador Renan Calheiros “é pra jogar no lixo”.

Ele voltou a insistir que o lockdown adotado em muitos municípios brasileiros não foi a melhor medida contra a disseminação do vírus. “A CPI não quer investigar nada. Só desgastar o governo”.

publicidade

Na entrevista à Rádio Itatiaia, o presidente voltou a defender o voto impresso. Bolsonaro reafirmou que, em 2014, Aécio Neves (PSDB) foi o vencedor da eleição presidencial e que vai encaminhar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) provas de que houve fraude.

Comentários