Brasil é o quinto maior mercado de alimentação saudável

Brasil é o quinto maior mercado de alimentação saudável

Vida// Setor cresce em meio à crise oferecendo sabor e saúde ao consumidor

0
Compartilhar
Vida// Setor cresce em meio à crise oferecendo sabor e saúde ao consumidor

O Brasil já é o quinto maior mercado de alimentos e bebidas saudáveis, com volume de vendas de US$ 27,5 bilhões em 2015, segundo levantamento da agência americana de pesquisa Euromonitor. Amparado pela busca por um estilo de vida mais saudável, muitas empresas viram nesse nicho a oportunidade de crescimento.

As opções vão desde os tradicionais light e diet, passando pelos vegetais e integrais, e ganhando ainda mais expressividade em ingredientes pouco utilizados na culinária, como a chia, linhaça e quinoa, e indo até os alimentos livres de lactose e glúten. Fato é que o mercado de alimentação saudável vem crescendo consideravelmente no país, não sentindo os efeitos da crise econômica nacional.

De acordo com a Euromonitor, o mercado de alimentação ligado à saúde e ao bem-estar cresceu 98% no país de 2009 a 2014. Ainda de acordo com a agência, que prevê o crescimento expansivo do setor até 2020, terá destaque nesse mercado os produtos que apresentarem maior grau de diversificação.

Publicidade

“No ano passado tivemos 17 mil pessoas entrando em nosso estabelecimento”, conta Julio Vavolizza, proprietário da Fevitto.
“Independente da crise, o consumidor continua comprando, e o que muda é a forma como ele gasta o seu dinheiro. Hoje ele prefere até mesmo gastar mais em produtos que possuem maior valor agregado e mais qualidade do que adquirir similares que não tenham perfil saudável”, afirma o empresário.

De acordo com a especialista em alimentação do ISAE/FGV, Fabiana Crivano, o mercado de alimentação saudável tem se fortalecido porque os consumidores estão mudando seus hábitos. “O consumidor, além de mudar seus hábitos, tem se preocupado mais com a questão sustentável e com a saúde também, além de uma preocupação com doenças cardiovasculares, alergias que têm aumentado. É perceptível essa preocupação do brasileiro.” com a sua saúde”, afirma a especialista.

Compartilhar

Comentários