Brasil fecha 157 mil postos com carteira assinada em julho

0

Região Sudeste foi a que registrou o maior saldo negativo de vagas no país / Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Região Sudeste foi a que registrou o maior saldo negativo de vagas no país / Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

publicidade

Em julho desse ano foram fechados 157.905 postos de trabalho em todo o país, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados na última semana pelo Ministério do Trabalho. Só no estado de São Paulo, foram encerradas mais de 38 mil vagas.

Todas as regiões registram queda no total de empregos formais. O Sudeste registrou o maior número de fechamento de postos, 79.944. Na sequência, o Sul (44.943), o Nordeste (25.164), o Centro-Oeste (5.830) e o Norte (2.024).

publicidade

Microrregião de Osasco teve 1332 vagas a menos

Na microrregião de Osasco, que inclui oito municípios, o saldo negativo de vagas com carteira assinada foi de 1332. Osasco e Barueri tiveram as maiores quedas de emprego. Osasco lidera o ranking com 743 postos de trabalho a menos.

publicidade

Esse número resulta da diferença entre admissões (5.237) e demissões de trabalhadores (5.980). Em julho do ano passado, a cidade fechou o mês com saldo positivo de 595 novas vagas.

Em Barueri, foram registradas 491 oportunidades fechadas, sendo 9.607 admissões contra 10.098 demissões no mês. Apenas Cajamar e Pirapora do Bom Jesus tiveram resultado positivo, com a criação de 85 e 7 novos postos com carteira assinada, respectivamente.

Também tiveram redução de empregos as cidades de Carapicuíba (-84 vagas), Santana de Parnaíba (-66), Jandira (-34) e Itapevi (-6).

Comentários