Bruno, da dupla com Marrone, curte Dubai ao lado de foragido acusado de dar golpes com pirâmides

0
bruno e marrone ao lado de danilo dubaiano
Bruno e Danilo Dubaiano, em Dubai/ Foto: Reprodução/Redes Sociais

O cantor sertanejo Bruno, da dupla com Marrone, está curtindo Dubai, nos Emirados Árabes, ao lado de Danilo Vunjão Santana, que é procurado pela Justiça brasileira, acusado de lavagem de dinheiro, estelionato e associação criminosa.

publicidade

Bruno, que completa 52 anos nesta quinta-feira (22), publicou uma foto nas redes sociais em que aparece ao lado de Danilo Santana. Dias antes da publicação, o cantor chegou a brincar com os seguidores: “Eu até queria contar uma mentira nesse 1° de abril, mas estou aqui em Dubai. Quando voltar ao Brasil eu conto”, disse no Instagram.

publicidade

Danilo, que esbanja uma vida de luxo nos Emirados Árabes e tem investido na carreira artística como músico, se apresentando como Danilo Dubaiano, é investigado por chefiar um suposto esquema de pirâmide financeira, com bitcoins e promessas de ganhos altos. Segundo reportagem exibida no “Cidade Alerta”, da Record TV, ele é acusado de ter enganado milhares de pessoas no Brasil e no exterior em golpes aplicados por meio de um site, chamado D9.

O esquema virou caso de polícia, com milhares de vítimas, mais de 20 pessoas indiciadas e até assassinatos. Ainda segundo a reportagem, duas pessoas que saíram do sistema dos golpes da pirâmide foram mortos. Na mesma época, Dubaiano teria lançado uma música citando a polícia.

publicidade

“Fui ingênua, né. E, ao mesmo tempo, tive ganância em ganhar dinheiro a mais. Eu não perdi minha loja, mas tive que vender parte da minha loja para conseguir estar aqui. A gente está lutando para não deixar isso impune para que outros não façam a mesma coisa”, relatou uma vítima do suposto esquema de pirâmide.

O advogado Gustavo Gomes Brito, da defesa de Danilo, rebateu as denúncias e enviou um vídeo à Record TV em que afirma que estar trabalhando contra duas ordens de prisão que existem contra seu cliente. “Acreditamos que ele jamais esteve foragido. Afinal, passou a residir fora do país antes mesmo de as investigações terem se iniciado. Além disso, ele nunca foi procurado pelo Poder Judiciário ou pela polícia”, declarou o advogado.

Gustavo alegou ainda que seu cliente contatou a defesa assim que soube das acusações e que também informou o seu endereço às autoridades. “Sobre os prejuízos, as providencias estão sendo adotadas para pessoas que tiveram danos. Acreditamos que jamais existiu crime, mas sim um problema de natureza civil que pode ser resolvido”, finalizou.

A assessoria do cantor Bruno não quis se manifestar sobre o caso.

NA LATA// Dona de mansão em Alphaville, Simone se irrita com fã que questionou se ela é rica: “mudaria algo na sua vida?”

Comentários