Cada assaltante investiu R$ 200 mil em túnel para roubar banco, segundo delegado

0
Foto: reprodução/TV Globo

Segundo o delegado Fábio Pinheiro Lopes, que investiga o caso, cada um dos 20 integrantes do grupo que planejava roubar R$ 1 bilhão de um cofre do Banco do Brasil na zona Sul de São Paulo investiu R$ 200 mil no túnel cavado para tentar chegar até o cofre. Nesta segunda-feira, 2, 16 integrantes do bando foram presos na zona Norte de São Paulo. Quatro continuam foragidos.

publicidade

“O investimento da quadrilha foi na faixa de R$ 4 milhões, segundo eles informaram, cada um dos participantes calçou R$ 200 mil e a estimativa deles era levar R$ 1 bilhão. Seria o maior assalto do mundo”, disse o delegado, à TV Globo.

O túnel vinha sendo escavado há quatro meses e teria sido concluído na última quarta, 27, segundo a polícia. Tem cerca de 500 metros, indo de uma casa na região ao cofre, com a estrutura ancorada por madeira e barras de ferro. O buraco tem até iluminação.

publicidade

Com o túnel pronto, o roubo poderia acontecer a qualquer momento e a Polícia Civil, que investigava a quadrilha há cerca de dois meses, decidiu agir.

Nesta terça-feira, 3, o delegado Fábio Pinheiro Lopes afirmou que o líder do bando, que foi preso, é Alceu Ceu Gomes Nogueira, um dos idealizadores do roubo à sede da transportadora de valores Prosegur, em Ciudad del Este, no Paraguai. Na ocasião, homens fortemente armados invadiram a empresa e roubaram quase US$ 12 milhões, ou R$ 37 milhões.

publicidade

Além disso, integrantes da quadrilha são suspeitos de terem participado de outros casos notórios, como o assalto ao Banco Central, em Fortaleza, em 2005, no qual cerca de R$ 164 milhões foram roubados, e a cofres de uma agência do Itaú na avenida Paulista.

Comentários