Cães e gatos abandonados são acolhidos por protetores

117

Bruce é um dos cachorros doentes resgatados por Daniela / Foto:  Daniela/Divulgação
Bruce é um dos cachorros doentes resgatados por Daniela / Foto: Daniela/Divulgação

publicidade

Carol Nogueira

É grande o número de ONGs que realiza trabalhos de proteção dos animais, mas também existem os protetores independentes, como Daniela Babuia, que há cinco anos dedica o seu tempo para resgatar e cuidar de animais que sofreram maus tratos ou foram abandonados.

Após castração e vacinas, animais são doados

publicidade

Moradora de Santana de Parnaíba, construiu um canil em sua casa, onde abriga 21 cães, sendo quatro filhotes para doação. Alguns mais velhinhos e debilitados ela faz questão de tratar e não colocar para doação.
O trabalho é desenvolvido sem o apoio do poder público e com pouca verba. Os cachorros para doação recebem todas as vacinas e são castrados. Para bancar as injeções, castração e ração Daniela realiza brechós na garagem de sua casa e em outros espaços cedidos gratuitamente. “É muito difícil conseguir parceiros. Eu adoraria ter uma clínica que me concedesse descontos na ração e nos outros serviços, mas isso ainda é um sonho”, disse.

Além de cuidar dos cachorros do canil, Daniela ainda ajuda pessoas carentes que necessitam de ajuda com seus bichinhos. “Construí o canil com muita dificuldade, porém ainda não é suficiente. Minha maior satisfação é ver um animal feliz em um lar recebendo amor, carinho e alimento, longe das ruas e do frio e também sei que a cada castração estou reduzindo a proliferação de animais abandonados”.
Os interessados em fazer doações ou adotar um cachorro podem entrar em contato pela página do Facebook Aumor aos Animais.

publicidade

Roteiro das feiras de adoção

Osasco e Barueri têm feiras para quem deseja adotar um amigo / Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr
Osasco e Barueri têm feiras para quem deseja adotar um amigo / Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

Na região, duas cidades realizam feira de adoção de animais. Em Barueri a ação é promovida pela Secretaria de Saúde. Este ano o setor de Zoonoses já doou aproximadamente 300 animais, todos castrados. Em caso de perda do animal, quando recolhido ou encaminhado ao canil municipal, um chip permite que o departamento de Zoonoses identifique de quem é o animal e o endereço do dono.
A doação acontece durante a feira noturna, às terças-feiras, das 18h às 22h, no Centro, e no Ganha Tempo (avenida Henriqueta Mendes Guerra, 550, Centro) aos sábados, das 7h às 13h. Os interessados também podem ir ao canil municipal, que fica na rua Vera Cruz, 320, das 8h às 17h. Para mais informações ligue 4706-1011.

Em Osasco acontecem duas feiras por mês, organizadas pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), uma no Calçadão da rua Antônio Agu, em frente ao Osasco Plaza Shopping, das 9h às 15h, e outra, no mesmo horário, no estacionamento da Prefeitura, nas edições do Prefeito no Bairro e em outros pontos da cidade, conforme a demanda ou solicitação dos moradores.
Antes de ir para doação os animais são castrados e vermifugados. Para informações sobre as datas das feiras de adoção em Osasco ligue 3683- 0135 ou 3696- 9390.

Comentários