Câmara de Osasco devolve R$ 17 milhões à Prefeitura

3
Câmara fica quase vazia em manhã de prisão de vereadores

A adoção do corte de gastos da Câmara Municipal de Osasco permitiu a economia da ordem de R$ 17 milhões, no ano de 2017. O montante do valor será devolvido ao Poder Executivo

publicidade

De acordo com a presidência da Câmara, a diminuição dos custos é proveniente ao corte dos assessores dos vereadores, que teve uma redução de 50%. Além desta, outras medidas como a devolução dos telefones celulares e a adoção da política de rescisão de contratos de locação proporcionaram uma diminuição de até 50% nos custos.

O Artigo 165 da Constituição Federal prevê que o dinheiro que sobra em caixa nas Câmaras Municipais seja devolvido às Prefeituras. O orçamento da Câmara Municipal de Osasco para o ano de 2017 foi de R$ 60 milhões e a devolução dos R$ 17 milhões representa 28,3% do valor total.

publicidade

Comentários

publicidade

3 COMENTÁRIOS

  1. Primeiro vou explicar a vcs que o dinheiro que é repassado a câmara dos vereadores de osasco nada mais é que o duodécimo, duodécimo nada mais é que um valor estipulado pela lei orçamentária, esse valor corresponde a 8% do valor total gerado no município por lei orçamentária aprovada todo ano anterior, sendo assim os 60 e poucos milhões vieram deste valor anual, segundo ponto a câmara municipal não gasta recursos para melhoria de qual pasta municipal, este valor destinado a câmara e para uso próprio, gastos gerados na própria câmara, terceiro se os gastos gerados ao longo do ano forem maiores que os arrecadarem o presidente da Câmara em exercício entra em improbabilidade administrativa, sendo assim cassado o mandato na ficha limpa, quarto e muita ignorância falar algo sem ao menos saber do que se trata, é por isso que nossa cidade e país não vai pra frente, a população não vai atrás pra saber como funciona imagina cobrar algo

  2. A grana que os digníssimos vereadores ganham eles poderiam muito bem bancar suas despesas, pois todo trabalhador que ganha seu dinheiro suado banca carro, celular, prestação de casa, e os digníssimos ganham muitooooo para que o contribuinte do município tenham que pagar os diversos benefícios que os próprios ganham
    Outra coisa este negócio de assessor já deu sono pra manga na Câmara Municipal de Osasco, como estão os processos que criminalizou varias deles, inclusive o Sr prefeito Rogerio Lins?
    É muito estranho né!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDesemprego cai para 12% no trimestre encerrado em novembro
Próximo artigoPrefeitura de Carapicuíba abre concurso público; salários chegam a R$ 2,3 mil