Canal “Bel Para Meninas” retira vídeos do YouTube após polêmica

0
bel para meninas
Usuários do Twitter lançaram a hashtag #SalvemBelParaMeninas, acusando os responsáveis por Bel, de 13 anos, de forçar a sua participação nos vídeos / Foto: reprodução

Com mais de 7 milhões de inscritos, o canal no YouTube “Bel Para Meninas”, protagonizado por Bel, de 13 anos, sua mãe Fran e algumas participações da irmã mais nova Nina, de 5 anos, retirou todos os vídeos da conta após a família se envolver em uma polêmica nas redes sociais.

publicidade

O único vídeo que restou no canal foi postado na plataforma na sexta-feira (22), em que os pais de Bel, Fran e Maurício leem uma nota de esclarecimento sobre as acusações. O casal afirma a existência de uma “campanha difamatória” contra a família e o sucesso do canal.

A polêmica veio à tona quando usuários do Twitter lançarem a hashtag #SalvemBelParaMeninas, acusando os responsáveis por Bel de forçarem a sua participação nos vídeos, bem como de coagirem a menina em supostas “brincadeiras”.

publicidade

A hashtahg esteve entre os assuntos mais comentados no Twitter no dia 19 de maio. Um dia depois, o pai de Bel enviou um e-mail à imprensa afirmando que os conteúdos publicados são escolhidos por eles e que não expõe a família completamente nos vídeos. “Muitas histórias são de ficção, criadas por nós dentro da temáticas que abordamos”, diz um trecho da mensagem.

O caso ganhou mais repercussão quando o apresentador da Record, Luiz Bacci aprofundou o assunto no “Cidade Alerta”. No entanto, a emissora não poderá mais falar sobre o caso, de acordo com Bacci. “Está acima da minha decisão e da decisão da Record TV, mas tudo está sendo feito em cima do protocolo, nos trâmites legais. Nós esperamos voltar em breve com esse assunto, porque é muito importante, se trata de utilidade pública e de um assunto de repercussão nacional. Eu sigo em contato com as autoridades”, declarou o apresentador, na quinta-feira (21).

publicidade

Entenda a polêmica

O canal “Bel Para Meninas” está no ar desde 2013. Nele, a adolescente mostra brincadeiras, brinquedos e encenações. Em um dos vídeos, Bel participa de um “desafio”, estimulada pela mãe, em que teria que experimentar uma mistura de vários alimentos e chega a vomitar. No vídeo, Fran derrama o líquido na cabeça da menina, o que gerou revolta dos internautas, que levantaram a hashtag no Twitter.

Outro vídeo mostra ainda a mãe de Bel pedindo para que os seguidores do canal no Instagram decidam a mochila que ela vai usar para ir à escola. A menina escolhe a mochila e é contrariada pela mãe, que reforça que a escolha seria feita pelos seguidores.

Vídeos semelhantes podem ser encontrados ainda em outros canais da família, como no “Fran Para Meninas”, com quase 7 milhões de inscritos, no “Fran, Bel e Nina”, com 4 milhões de inscritos, ou no “Fran e Maumau”, com pouco mais de 100 mil inscritos.

Diante da polêmica, o Conselho Tutelar teria realizado duas visitas à residência da família e elaborado um parecer para o Ministério Público, que investigará a postura dos responsáveis.

Comentários