Candidato tem apoio de prefeito e dos vereadores em Cotia

0
Moisés Ferreira/MF/Divulgação

Moisés Ferreira/MF/Divulgação
Marcio Camargo (PSC) tenta vaga na Assembleia Legislativa / Foto: Moisés Ferreira/MF/Divulgação

publicidade

Visão Oeste: Quais os seus principais projetos e bandeiras que defenderá, se eleito, na Assembleia Legislativa?
Marcio Camargo: Os primeiros projetos que trabalharei serão pautados nas maiores necessidades, uma delas é a mobilidade urbana; aceleração do projeto do monotrilho (já em andamento) e a implantação de um plano de mobilidade para a região Oeste. Na área de Habitação, investiremos em moradia digna para as áreas de risco. Para a saúde, apoiaremos a implantação de mais hospitais regionais e temos, também, projetos para o Meio Ambiente, Educação, Social, Segurança Pública, Adoção Tardia, Crianças Desaparecidas, Família e Religiosidade.

“Temos o apoio dos 13 vereadores”

Não existe um deputado estadual com base na cidade de Cotia. Como isso afeta o município?
Em minhas propagandas para TV e rádio sempre digo que sou o Marcio Camargo de Cotia. Se analisarmos o eixo da Raposo Tavares saindo de São Paulo, passando por nossa cidade – Cotia, Vargem Grande Paulista, São Roque, Mairinque, até Alumínio, veremos que essa região não tem um deputado estadual. A maioria das cidades vizinhas têm. O deputado estadual com base no município garante mais força junto aos governos do estado e federal.

publicidade

Como analisa o cenário eleitoral de Cotia e região na disputa a deputado estadual?
Em Cotia temos o apoio dos 13 vereadores da Câmara Municipal, do prefeito Carlão Camargo, dos ex-prefeitos Quinzinho Pedroso, Dr. Ailton Ferreira e Mario Ribeiro; de lideranças comunitárias e políticas. O projeto para ter um representante na Assembleia Legislativa, se tornou um grande projeto.

O problema mais lembrado quando se pensa em Cotia é o entrave causado pelo trânsito na rodovia Raposo Tavares. Como um deputado pode ajudar na busca de uma solução?
Como havia dito, participei da criação de Consórcios Intermunicipais e um dos maiores problemas da região é a Mobilidade Urbana. Para isso queremos levar ao Governo Estadual propostas que solucionem esses problemas, como a aceleração do monotrilho, que ligará à capital paulista as cidades localizadas às margens da Raposo Tavares. A implantação de um plano de mobilidade regional para a região Oeste da área Metropolitana, para desafogar rodovias como a Raposo Tavares e a Castello Branco; a abertura, remodelação e duplicação das vias que ligam as cidades, como Estrada Fernando Nobre, Estrada da Aldeia e Estrada de Itapevi.

publicidade

Comentários