Carapicuíba realiza primeiro casamento de pacientes psiquiátricos do Brasil

0
Rosa e Adil moram na Residência Terapêutica de Carapicuíba desde março de 2015 / Foto: Raquel Alves

O primeiro casamento de integrantes de uma Residência Terapêutica (RT) de Carapicuíba aconteceu na segunda-feira, 5. No local, moram ex-pacientes de hospitais psiquiátricos assistidos pelo Programa Saúde Mental da prefeitura de Carapicuíba.

publicidade

Rosa e Adil se casaram em cerimônia seguindo os ritos de religiões de matriz africana no Clube Marbela, na Vila Sulamericana. O padrinho foi o prefeito da cidade, Sergio Ribeiro (PT), e a madrinha foi Simone Marques Monteaperto, secretária de Saúde do município.
A noiva, Rosa, tem 44 anos e ficou internada em um hospital psiquiátrico por 24 anos.

Admil tem 46, dos quais 29 permaneceu internado. Ambos vieram do Hospital Psiquiátrico das Acácias, em Sorocaba, e moram na Residência Terapêutica desde março de 2015. Este foi o primeiro casamento do gênero no Brasil.

publicidade

Em 27 de novembro de 2014 foi implantado o primeiro serviço de Residência Terapêutica de Carapicuíba, e a primeira da região. Atualmente vivem na RT, seis moradores, sendo cinco homens e uma mulher. Ainda em dezembro deste ano serão incluídas mais duas mulheres para completar oito residentes conforme preconiza o Ministério da Saúde para serviço de Residência Terapêutica tipo 1.

publicidade

Comentários