Celulares e acessórios da Xiaomi para ficar de olho na Black Friday

Celulares e acessórios da Xiaomi para ficar de olho na Black Friday

0
Compartilhar
Blackfriday 2019 vai ter Xiaomi Mi 9 lite: celular premium a preço de intermediário

Está chegando a Black Friday e, com ela, a chance de comprar aquele celular novo ou acessórios eletrônicos com desconto. De alguns anos para cá, depois de um início conturbado e cheio de denúncias dos consumidores, parece que as lojas abandonaram a “black fraude”: entenderam o espírito da Black Friday e realmente têm colocado ofertas vantajosas no mercado.

Para quem quer aproveitar a Black Friday para adquirir um celular novo e não quer ou não pode gastar muito, a dica é ficar de olho nas opções da nova queridinha do Brasil, a Xiaomi. No início do ano a gigante chinesa pois oficialmente os dois pés no Brasil, através de uma parceria com a empresa mineira DL Eletrônicos.

Em 30 de maio ainda, pouco tempo depois de anunciar a parceria, a Xiaomi inaugurou loja própria no Brasil, no Shopping Ibirapuera, na zona sul de São Paulo. Além dos celulares, na loja oficial é possível comprar de eletrodomésticos conectados (e inusitados) a patinetes motorizados.

Mas voltando os celulares da Black Friday, uma das promessas da chinesa para agradar os gostos dos brasileiros é o recém-lançado (agosto) Xiaomi Mi A3. Por menos de R$ 1 mil em algumas revendas (com estoque no Brasil) em lojas como Amazon, o aparelho oferece a um preço para lá de competitivo especificações de intermediários premium bem mais caros das concorrentes. O Xiaomi Mi A3 vem com processador Snapdragon 665 de oito núcleos, 4 GB de RAM e e oferece opções de 64 GB ou 128 GB de armazenamento.

Completam o conjunto a generosa bateria de 4.030 mAh com carregamento rápido de 18 W, telona de 6,01 polegadas super amoled, de resolução HD. Além disso traz o recurso de leitor de impressões digitais embutido na tela, novidade normalmente destinada aos topos de linha das concorrentes.

As câmeras do Xiaomi Mi A3 também não deixam a desejar: são três na trazeira, com 48 MP, 8 MP e mais 2 MP para ajudar nas fotos com fundo desfocado. Para selfie, são nada menos que 32 megapixels.

Bom celular de entrada na Black Friday: Xiaomi Redmi 8A

Blackfriday 2019: Redmi 8A é celular de entrada da Xiaomi com recursos de intermediárioSe a ideia é um celular de entrada que não deixa nada a dever à maioria dos intermediários das concorrentes tradicionais, a opção pode ser um Xiaomi Redmi 8A. O Redmi 8A oferece uma boa qualidade para fotos, tem uma enorme tela 6,22 polegadas com resolução de 1520×720 pixels e suporte ao 4G.

Com processador Snapdragon 439, da Qualcomm, aliado a uma bateria gigante de 5000mAh, o Redmi 8A oferece tempo de sobra para aproveitar os recursos longe da tomada.

As câmeras estão na média dos concorrentes quanto à capacidade: uma traseira de 12 MP e a frontal com bons 8 MP. É possível achar atualmente o modelo por menos R$ 600,00.

Topo de linha a preço de intermediário na Black Friday: celular Xiaomi Mi 9 Lite

Para quem procurar um celular com recursos de topo de linha ao preço de um aparelho intermediário, a alternativa é o O Xiaomi Mi 9 Lite. Ele é, de fato, um dos smartphones Android com mais recursos do mercado. A tela traz generosas 6,39 polegadas. Câmera tripla traseira com o sensor maior de 48 megapixels e melhor abertura em F 1.75, que produz fotos melhores em ambientes escuros.

Com processador Snapdragon 710, da Qualcomm e pesando apenas 179g, o Xiaomi Mi 9 Lite traz ainda 6Gb de RAM, memória interna de 64gb e 128 GB com a possibilidade de expansão, gravação de vídeos em 4K, NFC e outros recursos do segmento premium.

Mesmo com todas essas features, o Xiaomi Mi 9 Lite pode ser encontrado com estoque no Brasil a partir de R$ 1.389,00, na versão de 64Gb.

Os acessórios da vez: Mi AirDots e Redmi AirDots

No segmento de acessórios para acompanhar o celular no dia a dia, quem busca bons fones de ouvido deve ficar atento às ofertas dos lancamentos Mi AirDots e Redmi AirDots, também da Xiaomi. No Brasil foram batizados de Mi True Wireless Earbuds e Mi True Wireless Earbuds Basic.

Concorrentes diretos dos bem mais caros Airpods da Apple ou dos Samsung Galaxy Buds, os fones de ouvido sem fio da Xiaomi trazem ótima relação custo benefício: na versão mais simples, os Redmi AirDots, podem ser encontrados na casa dos R$ 140,00. Na versão mais cara, o Mi True Wireless Earbuds ou apenas Mi AirDots, custam por volta de R$ 190,00. (Na loja oficial, o Mi True é vendido por R$ 358,79, e sua versão básica por R$ 183,99).

Mi True Wireless Earbuds ou Mi Airdots: bom custo benefício em fones de ouvido
Mi True Wireless Earbuds ou Mi Airdots

Pelo precinho camarada as especificações são impressionantes: conectividade Bluetooth 5.0 com alcance de até 10 metros, cancelamento de ruído e microfone com suporte a comando de voz para Siri ou Google Assistente, de 43 mAh em cada fone (são fones estéreos), com autonimoa de até 4 horas de uso. O carregamento magnético dura cerca de 1,5 hora no estojo, que oferece até três recargas possibilitando até 12 horas de uso longe da tomada.

Mi True Wireless Earbuds Basic ou Redmi Airdots: qualidade surpreendente!
Mi True Wireless Earbuds Basic ou Redmi Airdots

A diferença entre as versões está na cor e num detalhe da interface apenas. Enquanto os Redmi AirDots são pretos e têm botão físico, os Mi AirDots são brancos com superfície touchscreen, permitisndo comandos com o toque e deslizamento dos dedos.

Dia 11.11: a Black Friday chinesa

E já que estamos falando de bons produtos chineses, a última dica é ficar de olho também na “Black Friday chinesa”, apelidada de 11.11 por acontecer exatamente em 11 de novembro.

Sites famosos como AliExpress e Gearbest já começaram a preparar os visitantes para as ofertas. O site AliExpress já mostra inclusive etiquetas de preços que serão oferecidos no dia para alguns produtos.

Para importação, no entanto, é preciso tomar alguns cuidados. Além dos prazos bem maiores de entrega, às vezes de 45 dias ou mais, alguns produtos podem ser taxados e os preços podem acabar não compensando.

Além disso, é preciso ficar atento às qualificações dos revendedores para não comprar gato por lebre, já que são comuns os produtos imitação ou os piratas.

Compartilhar

Comentários