“Challenges”: novos desafios virtuais podem trazer riscos a crianças e adolescentes

0
challenges desafios virtuais perigosos
Desafios perigosos, como lixar os dentes e até colocar moeda na tomada, estão escondidos entre a diversão online / Fotos: Reprodução/"Primeiro Impacto"

Com o isolamento social provocado pela pandemia de covid-19, o uso da internet está cada vez mais frequente entre as pessoas, principalmente crianças e adolescentes. Entre a diversão online, estão escondidos desafios que podem levar os pequenos à morte.

publicidade

Estão cada vez mais comum os desafios criativos, conhecidos como “challenges” lançados nas redes sociais, especialmente no TikTok e Instagram. Muitos são brincadeiras inocentes. No entanto, alguns trazem sérios perigos e os pais devem ficar atentos.

É possível encontrar vídeos de adolescentes que se desafiam a colocar uma moeda na tomada. Em outro, uma jovem aparece lixando os dentes com uma lixa de unha. Até mesmo a “brincadeira da rasteira”, que levou a morte de uma adolescente de 16 anos, em novembro do ano passado, voltou a circular nas redes.

publicidade

A mãe de uma adolescente de 11 anos quase perdeu a filha em uma dessas brincadeiras virtuais. Sem que os pais soubessem, a menina se envolveu em um jogo, saiu machucada e chegou a ficar entre a vida e a morte. “Depois que ela saiu do coma, já tinha feito a cirurgia e estava próximo da alta médica, ela relatou que me enganava. Quando eu chegava perto, ela mudava o jogo”, disse a mãe da adolescente, ao “Primeiro Impacto”, do SBT.

O psicólogo clínico Sérgio David afirma que o isolamento social tem afetado o emocional de crianças e adolescentes. “Os pais não estão acessíveis para essas crianças e elas estão buscando a atenção que elas não tem. Então, essa carência de atenção é, de alguma maneira, direcionada para a internet, que oferece uma série de possibilidades, muitas delas, arriscada”, explicou à reportagem.

publicidade

O especialista e a mãe da adolescente, que quase perdeu a vida em um desses desafios, fazem ainda um alerta aos pais para que estejam atentos ao conteúdo que os filhos têm consumido na internet. “Olhem mais os seus filhos, observem com quem eles andam, o que eles fazem. As vezes, a gente toma tanto cuidado para eles não se prejudiquem na rua, com medo do vizinho ou de um estranho, e o inimigo está dentro de casa e a gente não vê”, disse a mãe.

Comentários