Cissor comemora 20 anos com palestras e homenagem

0
O presidente da entidade e o prefeito Emidio de Souza / Foto: Eduardo Metroviche

O presidente da entidade e o prefeito Emidio de Souza / Foto: Eduardo Metroviche
O presidente da entidade e o prefeito Emidio de Souza / Foto: Eduardo Metroviche

publicidade

O Conselho Intersindical de Saúde e Seguridade Social de Osasco e Região (Cissor) comemorou na quarta-feira, 12, duas décadas de existência com um ciclo de palestras na Associação Comercial e Empresarial de Osasco, na Bela Vista. Autoridades, sindicalistas e trabalhadores de diversas categorias prestigiaram o evento.

Palestras abordaram temas importantes

Criado em 1992, devido ao descontentamento dos sindicalistas da região com a forma com que a saúde do trabalhador era tratada, o Cissor nasceu com o objetivo de defender a saúde e segurança do trabalhador no local de trabalho. Atualmente a entidade é formada por 35 sindicatos de Osasco e Região.
“Chegamos aos 20 anos de atuação em defesa daquilo que é mais importante para nós: a garantia de um local de trabalho saudável, para que a vida do trabalhador seja preservada”, enfatizou o presidente da entidade, José Elias de Gois.

publicidade

Reabilitação profissional foi um dos temas tratados no encontro. Ele foi abordado por um dos idealizadores do Conselho, Carlos Aparício Clemente, vice-presidente dos Metalúrgicos de Osasco e Região e coordenador do Espaço da Cidadania.
Clemente confrontou os dados da Previdência Social com os do Ministério do Trabalho. A Divisão de Reabilitação do INSS declarou que reabilitou 159.188 trabalhadores entre 2002 e 2011. No entanto, apenas 32.704 trabalhadores reabilitados estavam no mercado formal brasileiro em 2011, segundo o Ministério do Trabalho.
Durante o encontro, também foram abordados os seguintes temas: Educação ambiental: o trabalhador e a responsabilidade social; Longas jornadas de trabalho: efeitos sociais e na saúde do trabalhador; Vigilância em Saúde do Trabalhador: conceitos, organização, experiências que deram certo; Benzeno: uma questão de saúde pública.

Lançamento de livro
Também foi lançado o livro Eternit e o Grande Julgamento do Amianto. A obra aborda a condenação a 16 anos de prisão dos ex-proprietários da Eternit, o barão belga Louis de Cartier de Marchienne e o magnata suíço Stephan Schmidheiny, pela Justiça de Turim, na Itália.
Este é o maior processo criminal por danos a trabalhadores e ao meio ambiente. O processo diz respeito à morte de 2.500 trabalhadores, vítimas do cancerígeno amianto.

publicidade

Prefeito de Osasco e Gelso de Lima são homenageados pelo Conselho

O prefeito de Osasco, Emidio de Souza (PT), e o ex-secretário de saúde, Gelso de Lima, foram homenageados no evento por terem contribuído com ações em prol da saúde e segurança dos trabalhadores da cidade, inclusive com a implantação do Centro de Referência à Saúde do Trabalhador de Osasco (Cerest).
Os dois receberam uma placa comemorativa em razão do apoio dado à luta individual e ao desenvolvimento das ações de saúde do trabalhador.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDefensoria cobra atendimento em CDPs
Próximo artigoGê se compromete com plano de carreira