Início Cidades Com 780 novas câmeras, Itapevi terá “Big Brother” contra o crime

Com 780 novas câmeras, Itapevi terá “Big Brother” contra o crime

0
câmeras itapevi
Das 780 câmeras, 74 terão giro de 360º e zoom de 1,5 km / Foto: Pedro Godoy ExLibris PMI

Até o fim desse ano Itapevi terá 906 câmeras de vigilância instaladas em pontos estratégicos. Nesta semana, a cidade começou a receber 780 novas câmeras de videomonitoramento inteligente, que fazem parte do projeto COI (Centro de Operações de Itapevi), da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana.

publicidade

Será um verdadeiro Big Brother com a finalidade não de punir, mas de fiscalizar ações irregulares e criminosas em nossa cidade. Desta forma, o cidadão poderá ficar mais seguro com uma Itapevi mais vigiada e monitorada”, declara o prefeito Igor Soares (Podemos).

Atualmente, a cidade já conta com 126 câmeras de vigilância, a maioria já instaladas nos novos prédios entregues à população. A expectativa é que todos os equipamentos municipais estejam em funcionando a partir da primeira quinzena de dezembro, segundo a Prefeitura.

publicidade

Nas próximas semanas serão demarcados os pontos de instalação, com a colocação de postes, realizada a ligação das câmeras aos pontos de internet, por meio de conexão de fibra ótica, instalados os terminais e o painel de controle do COI, que funcionará no 1º andar da sede da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (Rodovia Engenheiro Renê Benedito Silva 890, no Jardim Santa Rita).

As câmeras são equipamentos importados e o investimento foi de cerca de R$ 6 milhões por meio de licitação. Serão 90 pontos de videomonitoramento espalhados nas vias e 150 locais para manter os espaços mais seguros. As vias de entrada e saída de Itapevi também passarão a contar com os novos equipamentos, que farão a leitura de placas dos veículos e estarão integradas ao Detecta, sistema de monitoramento inteligente do governo estadual.

publicidade

O Detecta é integrado aos sistemas das polícias civil e militar, do Registro Digital de Ocorrências (RDO), Instituto de Identificação (IIRGD), Sistema Operacional da Polícia Militar (SIOPM-190), Sistema de Fotos Criminais (Fotocrim), além de dados de veículos e de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do Detran.

Centro de Operações de Itapevi

Com início da operação previsto para a primeira quinzena de dezembro, no 1º andar da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana, O espaço funcionará 24 horas por dia, todos os dias da semana. No local serão monitoradas as imagens em conjunto com as demais forças de segurança e agências fiscalizadoras.

O COI contará com 10 monitores de 45 polegadas. A proposta é de que seja realizado o videomonitoramento e ainda disponibilizado à Polícia Militar um espaço para operações integradas. O intuito é que os agentes do Demutran (Departamento Municipal de Trânsito) executem a fiscalização por meio do sistema e controle o tráfego de veículos em tempo real. Além disso, a Defesa Civil fará o monitoramento de todas as áreas de risco, de enchentes e alagamentos, orientando os órgãos competentes para ações e estratégicas.

A Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana pretende ainda implantar o sistema integrado de chamada de emergência da GCM no COI, via rádio, reunindo em um único local o recebimento de ligações e denúncias, ou seja, será uma Central de Atendimento em que todas as chamadas recebidas via telefones 153 e 199, além do WhatsApp da Ronda Regional deverão ser centralizadas.

HAJA BOLSO// Barueri tem o combustível mais caro na região e preço do etanol fica acima de 70% do da gasolina também em Osasco, Carapicuíba e Cotia

Comentários