Com Gil Lancaster, Barueri volta a ter representante na Assembleia

0
O deputado eleito em visita à Câmara Municipal de Barueri / Foto: Reprodução

O deputado eleito em visita à Câmara Municipal de Barueri / Foto: Reprodução
O deputado eleito em visita à Câmara Municipal de Barueri / Foto: Reprodução

publicidade

Lançado candidato com apoio do prefeito de Barueri, Gil Arantes (DEM), o “novato” Gil Lancaster (DEM) foi eleito deputado estadual com a maior votação na região: 107.841 votos. Apesar de assumir seu primeiro mandato eletivo, diz que “um deputado novato não pode perder tempo se adaptando ao parlamento”, e promete diálogo com os prefeitos da região.
Sobre Barueri, Lancaster cita como um dos principais problemas a serem enfrentados a questão da mobilidade urbana. Ele ressalta sua parceria com o prefeito Gil Arantes, mas afirma não ser o deputado “de apenas uma cidade”. “Tenho votos de quase 450 cidades do estado, que esperam minha ajuda, e meu gabinete estará permanentemente aberto para estes municípios”, afirma.
Leia a seguir entrevista concedida ao Visão Oeste.

Visão Oeste: Foi o mais votado da região para deputado estadual. A o que atribui o resultado e qual o balanço que faz dessa campanha eleitoral?
Gil Lancaster: Recebi votos de 449 cidades, das 645 do estado. Ou seja, o resultado final foi um árduo trabalho que envolve contato direto e indireto com centenas de pessoas que se envolveram no nosso projeto político. Não julgo que, com meus 107.841 votos, eu concorri contra os outros eleitos da nossa região. Até porque minha verdadeira disputa foi comigo mesmo, com a necessidade de tornar meu nome e minha atuação conhecida do eleitor que, no final, acabou me escolhendo para representá-lo.

“Recebi votos de 449 cidades, das 645 do estado”

publicidade

Como vê o resultado em Barueri, onde teve 23% dos votos válidos para estadual, mas, sobretudo, nas outras cidades da região onde foi bem votado? Em Jandira, por exemplo, foi o mais votado.
Em Barueri, tive o apoio do prefeito da cidade e meu maior aliado político. Gil Arantes é um mentor e uma referência de trabalho. Em Jandira, também tive parceiros que acreditam que podemos mudar a relação parlamentar na região Oeste, para o bem de toda nossa comunidade. Estas parcerias vitais foram reproduzidas em outras cidades, que agora possuem minha voz como representante destes locais na Assembleia Legislativa a partir de 2015.

A partir desses resultados, como pretende pautar sua atuação na Assembleia?
Pautado pelos compromissos assumidos e pela convicção de que irei honrar cada voto que recebi. Eu já disse recentemente que os valores da ética, do trabalho e da luta pelas causas públicas foram expressos na minha votação e que vão ser a linha mestra do meu trabalho.

publicidade

Quais serão as primeiras prioridades do mandato?
Um deputado novato não pode perder tempo se adaptando ao parlamento. Minha prioridade é já iniciar o debate de ações a serem adotadas e que são de interesse imediato das cidades da região metropolitana e de localidades do litoral e do interior.
Segurança, mobilidade urbana, saúde, educação e assistência social também fazem parte do raio de atuação de um deputado estadual, cujo mandato deve orientar o governo paulista para como investir melhor nestes setores. As demandas são crescentes, conhecidas por todos os cidadãos, e agora precisam apenas serem enquadradas em forma de atuação parlamentar.

Barueri estava sem um representante na Alesp. De que forma pretende ajudar a cidade?
Barueri tinha um ótimo representante na Assembleia até 2012, com o mandato do então deputado Gil Arantes que, mesmo sendo adversário do antigo governo municipal, trouxe recursos para Saúde e outros setores da cidade. Até aquele momento, o Gil deu uma mensagem muito clara de que política boa é aquela que supera disputas e age pelo bem da população. Esta mensagem foi entendida pelo povo que elegeu Gil a prefeito de Barueri. A cidade perdeu uma voz na Assembleia somente em 2013 e 2014. Agora em 2015 volta a ter representante, e com uma diferença essencial: o deputado eleito que sou eu é aliado direto do prefeito da cidade. Esta sintonia ajudará a pautar, com maior legitimidade, as questões do município no parlamento estadual.

“Tive o apoio do prefeito da cidade e meu maior aliado”

Agora Barueri terá um deputado estadual e uma deputada federal, mas de grupos políticos que são opostos na cidade. Há a possibilidade de uma atuação conjunta desses dois mandatos em projetos para a cidade?
A mensagem do diálogo para o bem do povo deve ser mantida. Se houver vontade para o bom debate, é óbvio que não serei eu a impedir a construção de uma relação com uma deputada federal, que pode ajudar Barueri, se ela quiser. Agora, espero que o ambiente eleitoral de 2016 não tire dos agentes públicos a necessidade de lembrar de que o único projeto político bom é aquele que coloca a população em primeiro lugar.

Quais são os principais problemas que Barueri enfrenta na sua opinião e como combatê-los?
Barueri tem necessidades que não são diferentes de Carapicuíba, Osasco ou Itapevi. A mobilidade urbana está cada dia menor, e não só em Alphaville, mas em vários bairros da cidade. A segurança pública pode ser discutida em âmbito regional. E hoje o tema mais sensível é a situação da gestão metropolitana da saúde, que afeta a qualidade dos serviços de Barueri e das cidades vizinhas. Mas também há temas específicos que não fogem da minha atenção, como o projeto que o Estado estuda para construir um novo ramal de trem, ligando o Tamboré à linha da CPTM, entre outras iniciativas.

Pretende estabelecer uma relação mais próxima com outros prefeitos da região além do Gil Arantes, que é seu aliado?
Diálogo não faltará. Os prefeitos constroem sua relação com o governo do estado tendo os deputados estaduais como seus diplomatas. Não sou deputado de apenas uma cidade. Tenho votos de quase 450 cidades que esperam minha ajuda e meu gabinete estará permanentemente aberto para estes municípios. Te dou um exemplo: sou nascido no Piauí e com cerca de 45 mil migrantes, em termos populacionais Osasco só tem menos piauienses que a capital Teresina (PI). Eles também terão minha representação no Legislativo paulista.

O que o eleitor pode esperar do seu mandato?
Compromisso como que disse e fiz na campanha. Comprometimento permanente com as causas que defenderei na Assembleia. Também quero promover um trabalho tendo total proximidade com o cidadão. Minha responsabilidade supera os 107 mil votos que recebi. Meu trabalho e o dos meus colegas de plenário podem afetar a vida de 44 milhões de pessoas que vivem no estado de São Paulo, e jamais perderei a oportunidade de defender o cidadão paulista e aqueles que aqui encontraram uma chance de ter uma vida melhor.

Comentários