Com novo modelo de gestão, megacreches devem abrir 2 mil vagas em Osasco

1
Foto: divulgação

A Prefeitura de Osasco planeja abrir duas mil vagas em creches com um novo modelo: grandes unidades da Prefeitura administradas por Organizações Sociais (OSs), uma na zona Norte e outra na zona Sul. Juntas, a expectativa é de que elas gerem cerca de 2 mil vagas de ensino.

publicidade

O prefeito Rogério Lins (PODE) declarou, em entrevista coletiva nesta terça-feira, 3, que o modelo de gestão em estudo é “um formato inovador no Brasil”.

“A gente começou com 9.055 crianças fora de creches, hoje temos 8.355, e a gente quer virar o primeiro biênio do nosso governo com esse número reduzido pela metade”, declarou Rogério Lins.

publicidade

Além de gerar um número maior de vagas, a expectativa é que as “megacreches” ampliem o atendimento às crianças. “Existe a possibilidade de a gente ter dentista, pediatra, nessas unidades. Ter um serviço mais completo”, disse o prefeito.

Atualmente, ou as creches são do município ou particulares conveniadas com a administração municipal.

publicidade

Com as OSs, a creche é do município e a organização responsável pode ser substituída caso não cumpra o que estiver estabelecido em contrato.

Comentários