Com participante de Barueri no “Mega Senha”, dono da Rede TV! detona rodízio mais rigoroso em SP

1
marcelo de carvalho rede tv
Foto: divulgação

Marcelo de Carvalho, dono da Rede TV!, emissora sediada em Osasco, e apresentador do “Mega Senha”, aproveitou a presença de um participante de Barueri no programa para criticar o rodízio mais rigoroso imposto pela Prefeitura de São Paulo em meio à pandemia do novo coronavírus, que começa a valer nesta segunda-feira (11).

publicidade

“Acho isso absolutamente errado. As pessoas que poderiam trabalhar com seu carrinho não poderão mais. Os transportes públicos estão com a movimentação reduzida, ou seja, têm menos disponibilidade. Vai andar mais gente de transporte público e, portanto, com maior possibilidade de contato”, argumentou Marcelo.

“E para quem é rico e tem vários carros, tanto faz. O sujeito vai até dar graças a Deus porque vai funcionar o carro que estava parado”, avaliou Marcelo de Carvalho. “Acho esse tipo de medida absolutamente inútil, prejudica muitas categorias, como, por exemplo, a do nosso amigo aqui: o Jonatas, que presta um serviço essencial”, disse, ao mencionar o participante, que trabalha na Prefeitura de Barueri.

publicidade

O dono da Rede TV! mandou ainda mais uma crítica à medida da Prefeitura da Capital: “Vocês deveriam se aconselhar e pensar mais antes de emitir esse tipo de decreto absolutamente ilógico e em desacordo com o que o Brasil e uma grande metrópole como São Paulo precisam neste momento”.

Rodízio mais rigoroso começa nesta segunda

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), anunciou, na quinta-feira (7) a volta e a ampliação do rodízio de veículos na capital paulista a partir desta segunda (11).

publicidade

Os veículos cuja placa tenha número final par poderão circular apenas nos dias pares do mês. Da mesma forma, os veículos que tenham placas terminadas em numero ímpar terão autorização para circular nos dias ímpares. Ao contrário do rodízio normal, a restrição vale também para os finais de semana e durante todo o dia, não apenas nos horários de pico, como no sistema anterior. Motos estão liberadas do rodízio.

Comentários