Com “trabalho de formiguinha”, Maluco Beleza tenta ser zebra

0

Foto: Eduardo Metroviche
Foto: Eduardo Metroviche

publicidade

Quais os seus principais projetos e bandeiras que defenderá, se eleito, na Câmara dos Deputados?
A gente tem vários projetos e, como deputado federal, buscaria mandar verbas para que esses projetos fossem realizados no estado. Como a gente sempre vê que o pessoal mais precisa de saúde, segurança, educação, e mais outras coisas conforme vão aparecendo as necessidades, que a gente faz pesquisa e vê. Gostaria também de trabalhar na questão dos motociclistas. Praticamente 30% da frota [de veículos] no Brasil é de motos. Quero trazer uma visão para esse lado, dos motociclistas, dos motoboys, dos acidentes com motos… a gente poderia pegar essa bandeira. Mas eu prefiro trabalhar com todas, conforme as pesquisas e as necessidades da população.

“Gostaria de trabalhar para os motocicilistas”

Fale um pouco sobre sua trajetória política.
Entrei na política em 2004 para 2005. A primeira vez que participei como candidato a vereador já fiquei como primeiro suplente, na segunda fiquei de primeiro suplente novamente e na terceira [disputa eleitoral] como vereador [em 2012], tive quase seis mil votos e consegui entrar. Em 2010 fui candidato a deputado federal para ajudar o partido, o PHS e tive 12.304 votos sem ter nenhum cargo político. O pessoal apostou e está apostando nessa renovação, nessa mudança agora. A gente pode ser uma ‘zebra’. Dinheiro a gente não tem para investir, mas a gente vai para a rua, fala com o eleitor, faz um ‘trabalho de formiguinha’ e é assim que [a vitória nas urnas] pode acontecer.

Candidato quer  manter o figurino

publicidade

O senhor está no seu primeiro mandato como vereador. Por que já buscar uma vaga na Câmara dos Deputados?
Eu já saí em 2010 como [candidato a deputado] federal, não é? Então, já tenho uma certa experiência. Quero representar Osasco e região e, como dizem, sou um soldado do partido. Se o partido achou melhor assim, como deputado federal… eu queria para presidente do Brasil!
Seu figurino (ao estilo dos adeptos dos motoclubes) chama a atenção aqui na Câmara. Se for eleito vai manter o estilo em Brasília?
Pretendo usar o mesmo figurino. Lá, a gente precisa de um representante motociclista. Se me deixarem usar bota, colete, bandana, capacete, vou estar representando os motociclistas do estado de São Paulo. Vou continuar do jeito que eu sou. Do jeito que me vêem na rua, me vêm no gabinete.

publicidade
Comentários