contra o privilégio

0

Foto: karolina Von Sydow
Foto: karolina Von Sydow

publicidade

Servidores do Judiciário protestaram em frente ao Fórum de Osasco na quarta-feira, 19, contra o auxílio moradia de R$ 4,3 mil a juízes, regulamentado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O impacto mensal no orçamento do Judiciário será de pelo menos R$ 28,45 milhões e os manifestantes alegam tratar-se de um “novo privilégio a uma classe que já goza de muitos benefícios se comparada a outros profissionais”. Em Osasco, o movimento teve a participação da Associação Paulistas dos Técnicos Judiciários (Apatej).

publicidade
Comentários