Coronavírus: maior fábrica de autopeças de Osasco e região concede licença remunerada aos trabalhadores

0
cinpal ferias coronavírus osasco metalúrgicos
Foto: Divulgaçaão/Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região

Após negociação com o Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região e reivindicação dos trabalhadores nesta segunda-feira, 23, em assembleia, a fabricante peças automotores Cinpal, localizada em Taboão da Serra, vai conceder licença remuneradas aos trabalhadores em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

A empresa, que é a maior fabricante de autopeças da região de Osasco, vai manter apenas um pouco mais de 10% do seu quadro de funcionários para atender pedidos urgentes.

“O acordo negociado entre Sindicato e empresa, com o aval dos trabalhadores, é uma medida urgente e necessária para barrar o avanço do Coronavírus no país, que a cada dia registra o aumento de casos e, inclusive, de mortes”, afirma o Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região.

Publicidade

Outras metalúrgicas da região vão pelo mesmo caminho: adotam o acordo coletivo, como principal instrumento de legalização de decisões no combate ao coronavírus na região.

Em Osasco, a Meritor, por exemplo, vai conceder férias coletivas a partir de 30 de março. Em Cotia, empresas do grupo Elubel também entrarão em férias coletivas a partir de 26 de março.

“A luta do Sindicato é para que o maior número de trabalhadores fique em isolamento domiciliar, para que o, quanto antes, o nosso país retorne ao normal e toda a população esteja protegida contra este vírus”, enfatiza o secretário-geral do Sindicato, Gilberto Almazan.

Na sexta-feira, 21, Sindicato enviou um ofício para todas as metalúrgicas de Osasco e região no qual a entidade reivindica a suspensão imediata das atividades. Para isto, se coloca à disposição para abrir negociações quanto à concessão de Férias Coletivas, Licença Remunerada e/ou Banco de Horas.

Comentários