Criminosos de Osasco faziam parte de esquema de roubo de motos em Campinas

1

A Polícia Civil começou a desmontar um esquema de desmanche de moto. Uma das ações da quadrilha foi detectada no último dia 3, quando os policiais montaram uma operação na Rodovia Anhanguera, na região de Polvilho, e interceptaram o furgão carregado com quatro motocicletas.

publicidade

Especializado em furtar os veículos em Campinas, no interior do Estado, o bando tinha como base bairros na divisa das cidades de São Paulo e Osasco. Durante a ação, um suspeito atirou contra os policiais e acabou baleado e morto, outro foi preso.

Segundo o delegado Fábio Dal Mas, titular da 3ª Divecar (Delegacia de Investigações sobre Desmanches Ilegais) do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais),  o esquema era apurado havia 15 dias.

publicidade

“A quadrilha saía da Região Metropolitana de São Paulo e percorria as ruas de Campinas. As motos eram colocadas no furgão. Depois voltava e desmontava”, disse.

As peças abasteceriam o comércio ilegal em Campos Elíseos, numa região conhecida como “Boca das Motos”. O cerco contou com a participação de 15 policiais. “As informações apontavam que a volta aconteceria pela Rodovia Anhanguera”, comentou Dal Mas.

publicidade

As equipes identificaram o furgão Iveco da quadrilha e constataram que um dos integrantes realizava a função de “batedor”, indo na frente. Os policiais da 3ª Divecar escolheram um local para a interceptação do furgão, onde mesmo que houvesse uma reação, a população não seria colocada em risco.

O veículo era conduzido por A.S.B., de 24 anos. O homem tentou romper o cerco policial atirando contra as equipes com um revólver calibre 38. Ele foi baleado e acabou morrendo no local. Outro envolvido foi detido.

O esquema de campana fez com que o “batedor” M.C.R., de 31 anos, não percebesse o cerco e continasse dirigindo pela rodovia. Dentro do furgão estavam quatro motos – três tinham queixa de furto registrada hoje no 1º Distrito de Campinas. A Polícia Civil verifica a situação da quarta moto.

O furgão e a Honda Twister usada pelo batedor foram apreendidos. A.S.B. tinha 10 passagens por furto, e M.C.R. tinha antecedentes por roubo.

Comentários